Sergipe

12/03/2018 às 09h41

Agente da Guarda Municipal agride jovem em Aracaju

video mostra ação de guarda municipal

Um vídeo que circulou nas redes sociais durante o final de semana, mostra a ação de um guarda municipal durante abordagem. Nas imagens, é possível ver chutes e pontapés deferidos contra um jovem que foi retirado de um ônibus coletivo. O fato aconteceu no calçadão Praia Formosa, localizado na Avenida Beira Mar.

De acordo com informações de outros passageiros, o rapaz estava criando problemas dentro do ônibus, até que o motorista parou no calçadão Praia Formosa e chamou a Guarda Municipal de Aracaju (GMA) para intervir na situação, ao perceber que se tratava da Guarda, o jovem zombou dos agentes e foi retirado do transporte.

Segundo o assessor de imprensa da GMA, Rogério César, durante entrevista no Balanço Geral manhã, no sábado (10), aconteceu um evento denominado de “Rolézinho”. “Na ocasião, jovens menores e maiores de idades, consumiam bebidas alcoólicas e faziam o uso de drogas lícitas e ilícitas, causando baderna e tumultuando a Praia da Formosa. Foi preciso aumentar o efetivo que normalmente é de quatro guardiões para vinte”, contou.

“O motorista e o cobrador estavam assustados com a bagunça, quando foi solicitada a presença da GMA no embarque e desembarque, nesse momento, houve o desacato que culminou na ação mais enérgica, nessa situação, foi preciso fazer o uso da força para retirar o jovem do coletivo”, explicou Rogério.

A Guarda informou ainda que caso o homem sinta-se lesado, é possível procurar a ouvidoria e protocolar uma denúncia que será encaminhada para corregedoria e se constatado excesso por parte do guardião, serão aplicadas as devidas sanções ao envolvido.

Nota da Guarda Municipal

A direção da Guarda Municipal de Aracaju (GMA) já inaugurou o procedimento administrativo com vistas a apurar a conduta de um guardião dentro de um ônibus do transporte coletivo na noite do último sábado, 10.

A Corregedoria da GMA, órgão de controle interno, será responsável pela apuração detalhada dos fatos, garantindo às partes o direito constitucional do contraditório e a ampla defesa.
A instituição preza pela legalidade da atuação de seus integrantes, sendo reconhecida como uma uma instituição cidadã que age dentro dos parâmetros legais e éticos. Dessa forma, tem todo o interesse em esclarecer por inteiro os fatos, punindo na forma da lei todo e qualquer tipo de excesso e ou desvio de conduta praticado por qualquer um de seus integrantes.

 


Fonte: video mostra ação de guarda municipal