Sergipe

13/08/2015 às 11h27

Servidores defendem implementação de uma creche na UFS

Redação Portal A8

Em greve há 77 dias, os trabalhadores técnicos administrativos em educação da Universidade Federal de Sergipe (UFS) fizeram ato no hall de entrada da reitoria, eles cobram a negociação da implementação de uma creche dentro do Campus da UFS. No local, brinquedos recreativos fizeram a alegria de alguns filhos dos trabalhadores, além disso foram disponibilizados pipoca, algodão doce, pula-pula, além de atividades recreativas como pintura e brincadeiras.

 

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Técnico-administrativos em Educação da UFS (SINTUFS), Lucas Gama há uma necessidade já que muitas pessoas têm filhos, e netos que não têm onde deixar e acabam deixando de trabalhar. Sheila Andreia é bibliotecária e tem uma filha, quando não está na escola precisa pagar uma pessoa para ficar com ela, “Se tivesse uma creche aqui na UFS iria ser bem melhor”, reforça.   

Foto: Samara Fagundes / Portal A8SE

 

A UFS tem cerca de três mil trabalhadores e mais de 30 mil estudantes, muitas mulheres são impedidas de trabalhar e algumas até se desligam por não ter condições de deixar os filhos em casa. No país há um déficit de vagas em todas as creches do país que somam mais de 3 milhões.

 

Segundo Lucas Gama, o reitor não entra em negociação porque ele diz que creche é de responsabilidade do município. “Mas nós entendemos que isso é um equívoco, porque a universidade é um local de formação e preparação dos estudantes, algumas profissões como psicologia e pedagogia precisam para complementar a formação”, reforça.

 

Ele informou ainda que algumas universidades já dispõem de creche, como a USP, a Unicamp, e Universidade Estadual da Bahia. A sugestão é que essa creche possa atender ainda a população de São Cristóvão.