Sergipe

16/07/2015 às 09h27

Apontado como articulador das verbas, Nollet Vieira concede depoimento ao TRE

Redação Portal A8

O Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe iniciou a primeira, das duas audiências de subvenção agendadas para julho. A segunda acontecerá na próxima segunda-feira (20). O juiz Fernando Scrivani concedeu coletiva para imprensa e informou que ambas as oitivas serão realizadas de portas fechadas para manter a integridade física das testemunhas.


“Pretendemos limitar a exposição das testemunhas à publicidade, porque queremos evitar que as testemunhas sejam de alguma forma ameaçadas por algumas informações que elas possam dar. Como magistrado, conduzindo o processo, devo limitar a essa exposição para a própria tranquilidade das testemunhas e que elas possam falar e contribuir para os esclarecimentos dos fatos”, afirma Scrivani.


Nesta quinta-feira foi ouvida a testemunha Nollet Vieira Feitosa, conhecido como Carlinhos. Ele chegou ao TRE acompanhado do advogado por volta das 8h. Nollet é apontado por outras testemunhas como articulador dos repasses de verbas de subvenção para a Associação de Moradores e Amigos do Bairro Nova Veneza (Amanova).


Fernando Scrivani esclareceu ainda que o depoimento concedido por Nollet não faz parte de benefício de delação premiada. 


“Isso não acontece no TRE porque a delação premiada é um instrumento de processo penal que diz respeito a justiça estadual. A delação premiada não é objeto do nosso processo. As pessoas que vêm depor no TER estão na condição de testemunha ou informante”, explica. 


Ainda sobre o caso da Amanova, serão ouvidos José Agenilson de Carvalho e Wellington Luiz G. Silva, que aparecem como beneficiários de valores repassados pela associação. Também será ouvida Elisa Maria Meneses, identificada como assessora do deputado Augusto Bezerra.


Ainda na tarde desta quinta-feira, estão previstos os depoimentos de Edivânia Menezes e Alessandra Santos Menezes, ligadas à Associação Associação Sergipana de Produtores de Eventos (Aspe).


O processo de audiências das oitivas está previsto para se encerrar no mês de novembro.