Sergipe

29/04/2014 às 09h59

Homem é preso acusado de roubar R$ 3 mil de uma feirante de Carira

Após o crime o acusado foi para casa tranquilamente.

Redação Portal A8

Foto: SSP/SE
Policiais Militares do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) do município de Carira conduziram na tarde dessa segunda-feira (28) um homem identificado como Lucimário Alves de Souza, vulgo “Neguinho”, 29 anos, suspeito de ter cometido o crime de furto na feira livre da cidade. 

De acordo com relatos da vítima, Maria Sônia da Silva, que é comerciante e dona de uma pequena banca de pastel na feira, ela trouxe dentro de uma mochila de pano R$ 3.000,00 que seriam utilizados para pagar uma parcela do Credi-Amigo do Banco do Nordeste do Brasil. Ela conta que deixou a mochila em um local reservado, mas sob a sua vigilância.

Porém, acredita que Lucimário viu quando ela guardou a mochila e aproveitou de um momento de descuido e foi sorrateiramente retirando o dinheiro de dentro da bolsa, ocasião em que foi flagrado por parentes da vítima, que gritaram: “pega o ladrão”. Neste momento, o suspeito se assustou e empreendeu fuga pelas ruas da feira, levando consigo todo o dinheiro.

Após o crime o acusado foi para casa tranquilamente. Os policiais militares realizaram diligências e conseguiram prendê-lo, apresentando-o ao delegado, que, após ouvir os militares, a vítima e demais testemunhas, convenceu-se da consumação do crime e autuou Lucimário em flagrante pelo crime de furto qualificado. Segundo o delegado Paulo Barbosa, se condenado Lucimário poderá pegar uma pena entre 2 a 8 anos de reclusão. O dinheiro do furto não foi recuperado.

“O acusado é oriundo da cidade Cícero Dantas, no Estado da Bahia, e estava em Carira há aproximadamente quatro meses, provavelmente praticando furtos na cidade, pois é pessoa desocupada; ademais, não portava documentos que o identificasse, tampouco colaborou para que houvesse a certeza de seu verdadeiro nome. No entanto, será encaminhado ao Instituto de Identificação em Aracaju para ser identificado criminalmente, através do processo datiloscópico e fotográfico”, explicou o delegado.

Lucimário foi encaminhado à Delegacia Regional de Itabaiana, onde ficará preso à disposição do Juízo Criminal da Comarca de Carira.