Sergipe

28/05/2013 às 10h38

Curta-SE 13 bate recorde de inscritos sergipanos e internacionais

Redação Portal A8

A 13ª edição do Festival Iberomaricano de Cinema de Sergipe (Curta-SE) recebeu 573 inscrições. Este número compreende as cinco categorias: cinema digital, videoclipe, vídeo sergipano, vídeo de bolso e longa-metragem. As inscrições aconteceram de 18 de fevereiro a 30 de abril.

Em 2013, o festival bateu recorde no recebimento de inscrições de ouros países. Foram 79 produções vindas de Espanha (48), Argentina (18), Portugal (12) e Venezuela (1). "Acreditamos que isto é fruto do amadurecimento de um trabalho e, claro, de parcerias que estamos buscando em outros países", destacou Deyse Rocha, Produtora Executiva do Curta-SE 13.

Sergipe teve 42 inscritos, um número 27% maior do que no ano passado. Dos 27 estados brasileiros, 23 tiveram inscritos. São Paulo, mais uma vez, foi o estado que um maior número de realizadores inscreveram suas produções. Foram 154, seguido do Rio com 141.

A categoria cinema digital foi a que recebeu mais produções: 443 inscritos. Incluída este ano no festival, ela engloba os curtas 35 mm e vídeo. "Estamos seguindo uma tendência do mercado de exibição audiovisual e, ao mesmo tempo, simplificando sua apresentação, em um único formato, de cinema digital" , reforçou Deyse Rocha, a partir da experiência nos anos anteriores e atendendo às solicitações de realizadores e corpo técnico.

Festival

Além das mostras competitivas, o Curta-SE traz também as mostras informativas, exibidas em espaços alternativos e em cidades do interior sergipano. O festival promove também seminários, oficinas e cursos gratuitos e abertos ao público. As exibições das mostras competitivas da 13ª edição do Curta-SE acontecerão de 16 a 21 de setembro, porém as mostras informativas começarão a partir de Julho do corrente ano.

O Curta-SE, incentivado pela Lei de Incentivo à Cultura, é uma realização da Casa Curta-SE e Ministério da Cultura/Governo Federal e é incentivado pelo Programa Petrobras Cultural 2012.

Fonte: Assessoria Curta-se