Sergipe

19/12/2011 às 10h23

Quadrilha responsável por pelo menos 16 assaltos no Centro-Sul é desarticulada

Redação Portal A8

O delegado da cidade de Itabaianinha, Cleones Santos Silva, detalhou na manhã desta segunda-feira (19) a desarticulação de uma quadrilha que vinha agindo na região Centro-Sul do Estado, responsável por pelo menos 16 assaltos a mão armada. O bando foi preso por policiais civis de Itabaianinha com o apoio de agentes do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope)

Foram presos na última quinta-feira (16), na cidade de Itabaianinha: Demeson dos Santos, José Marcos dos Santos, vulgo "Marquinhos", André Soares Santos, o "Pranche", José Adelvan dos Santos Nascimento, conhecido "Cachimbinho", José Eduardo Gonzaga, o "Zué" e Márcia França de Jesus, responsável pela contabilidade do bando. Dois integrantes que já foram identificados estão foragidos.

De acordo com Cleones, o bando vinha agindo a cerca de três meses e só na cidade de Itabaianinha eles realizaram assaltos a duas farmácias, uma banca de revista, um posto de gasolina, um Ponto Banese, uma distribuidora de bebidas, duas mercearias e um depósito de material de construção.

Na cidade de Pedrinhas, os criminosos agiram em uma farmácia, um mercadinho e uma casa lotérica. Duas farmácias e um açougue foram os alvos dos criminosos na cidade de Umbaúba. Em Tomar do Gerú as vítimas foram proprietários de uma casa lotérica. Com o bando a polícia encontrou uma arma de fogo, munições e dinheiro.

Cleones afirmou, ainda, que a quadrilha era bem organizada com funções definidas para cada integrante. "A quadrilha era muito bem organizada, com membros responsáveis pela locação de motocicletas para o cometimento dos crimes, pelo comentimento da ação criminosa, pela vigilância dos alvos escolhidos, pela condução dos veículos na hora da fuga e pela contabilidade do bando", explicou o delegado.

O bando foi indiciado pelos crimes de formação de quadrilha e roubo qualificado. Os cinco integrantes estão detidos na carceragem da delegacia da cidade de Umbaúba, onde aguardarão decisão da Justiça. Já Márcia França, foi encaminhada para a delegacia da Barra dos Coqueiros, onde está custodiada.

 

Com informações da SSP/SE