Sergipe

14/12/2011 às 16h19

Policiais civis realizam ato para pedir o reenquadramento

Redação Portal A8

Na manhã desta quarta-feira (14) os policiais civis continuaram com os protestos para pedir o reenquadramento dos 45 policiais que ainda não foram beneficiados com a melhoria salarial. Desta vez a manifestação foi em frente a Secretaria de Segurança Pública.

Indignados com a injustiça sofrida por alguns policiais civis, eles mostram a diferença salarial. Um policial, que trabalha como investigador e prefere não ser identificado, mostra as ordens de serviço e mandados de prisão que executou e questiona o porquê do não reenquadrado na carreira. "É muita contradição, na hora do trabalho eu sou policial civil, mas para receber o salário não tenho o mesmo direito", afirmou.

Em outro caso dois policiais trabalham há 26 anos, mas um foi beneficiado e o outro não, por isso um deles chega a receber seis vezes a mais que o outro. "Fui beneficiado em 99 e não concordo com essa injustiça, já que todos exercem a mesma função. Fiz o curso junto com o meu colega e não é justo eu ter sido amparado e ele não", declarou o policial Roberto Carlos que ressaltou. "A sorte é que apesar dessa situação desestimuladora os meus colegas tem amor a profissão e por isso continuam", revelou.

De acordo com o presidente do Sinpol, Antônio Moraes, o sindicato precisa ser ouvido. "Acredito que quando o governador ouvir nossas necessidades, ele irá nos atender, já que por enquanto ele está apenas com a visão da PGE", afirmou Antônio Moraes que destacou. "Agora é hora de justiça e precisamos consertar as falhas das policias, que no caso da Civil está relacionada ao reenquadramento, só assim vamos oferecer a segurança concreta que é exigida pela população", destacou.