Sergipe

08/12/2011 às 18h25

Celebração em homenagem a padroeira de Aracaju

Redação Portal A8

Fé e devoção marcaram o dia de Nossa Senhora da Conceição, padroeira de Aracaju, nesta quinta-feira (8). Fiéis encheram a Catedral Metropolitana que leva o nome da santa, para homenageá-la. A celebração com muitos fogos e cânticos foi presidida pelo arcebispo Dom José Palmeira Lessa e contou com a participação do governador Marcelo Déda e do vice-governador Jackson Barreto.

"Como todo aracajuano e sergipano, venho prestar minha homenagem àquela que é a padroeira da capital e do estado de Sergipe. É uma festa religiosa que tem grande impacto na comunidade católica sergipana e, como católico, e na condição de governador, vim prestar minha homenagem a padroeira e também aos que lideram a Igreja Católica do nosso estado", disse Déda.

Em seu sermão, o arcebispo ressaltou a importância de Deus e de Nossa Senhora da Conceição na vida dos católicos. "Para Deus, nada é impossível", ressaltou Dom José Palmeira Lessa.

Para o pároco da catedral, José Dácio dos Santos, a festa em homenagem a Nossa Senhora da Conceição é realizada de forma singela, porém, esplêndida. "Ela não é só padroeira da Catedral, mas de toda diocese de Aracaju. Por isso, nesse dia todos os filhos de nossa senhora vêm a casa dela para celebrar em sua honra, bispos, padres e devotos se voltam a sua casa e celebram os louvores a Deus por intermédio dela", pregou.

A dona de casa Kitéria Maria de Andrade, de Arapiraca (AL), veio a Aracaju especialmente para participar da celebração em louvor a santa. "Saí de casa muito cedo para participar da homenagem à santa da qual sou devota. Estou emocionada por esse momento", relatou.

Reforma da catedral

Durante a missa, o governador entregou ao arcebispo Dom José Palmeira Lessa um ofício, no qual o Governo do Estado se compromete a ajudar na reforma de revitalização da Catedral Metropolitana.

O Governo de Sergipe quer fazer de 2012 o ano da restauração da catedral."Entrego em mãos ao arcebispo, no dia em que a comunidade católica celebra a padroeira de Aracaju, um ofício de dois parágrafos singelos e simples, mas com grande significado para a história do estado. Essa catedral é o templo principal da fé católica do estado, mas também uma referência histórica, arquitetônica e cultural de todas as comunidades religiosas que têm enfrentado problemas de conservação. Foi tombado pelo patrimônio do Estado, então, o Estado tem que ter sobre ela responsabilidade", declarou Déda.

Déda lembrou que após o vice-governador Jackson Barreto ouvir as reivindicações do pároco da Catedral, José Dácio dos Santos, o Governo de Sergipe decidiu participar da empreitada. O Governo do Estado já determinou o lançamento do edital convocatório para janeiro de 2012. A empresa vencedora fará o projeto de restauração artística e estrutural da catedral. A Secretaria de Estado da Infraestrutura e a Subsecretaria de Estado do Patrimônio Histórico e Cultural terão a responsabilidade de realizar a contratação.

"Também comunico no mesmo ofício que o vice-governador está designado pelo Governo do Estado para coordenar as ações relativas à restauração e para fazer também uma grande mobilização social, objetivando atrair patrocínio privado para esse importante empreendimento", revelou o governador sergipano.

Déda ressaltou depois que o Governo do Estado restaurou o Palácio Olímpio Campos e o Ateneuzinho em parceria com o Banese. "Seria importante que essa intervenção fosse a soma do Governo do Estado e de outras instituições, inclusive privadas que poderiam muito bem somar-se ao governo na busca da revitalização desse patrimônio, que é um dos cartões postais da nossa capital", citou.

O vice-governador assegurou que nesta sexta-feira, 9, se reunirá com a comissão da recuperação do patrimônio histórico da catedral metropolitana de Alagoas, a fim de buscar informações para saber como eles fizeram para captar recursos.

"Vou também com o governador pedir ajuda as grandes empresas instaladas em Sergipe, como Petrobras, Vale, as fábricas de cimento, o empresariado local e a população. Todos nós temos responsabilidade com esse patrimônio que pertence a todo povo sergipano", enfatizou.
Para Dom José Palmeira Lessa, é sábia a postura do Governo do Estado em participar do projeto. "Agradeço o entendimento e a sabedoria do governador e do vice-governador".

Selo

Após a celebração da missa solene, a diretoria regional dos Correios em Sergipe realizou o lançamento local do selo comemorativo ao Natal 2011. Com o tema ‘Bíblia Fundamento da Fé Cristã`, o selo traz a representação do universo, apresentando como símbolo do poder criador de Deus. O governador Marcelo Déda, bem como o vice-governador, foram convidados a carimbar um selo e foram agraciados com o mesmo.

Cortejo Afro

O governador Marcelo Déda fez questão de saudar pais de santos e seus filhos de terreiros de umbanda e candomblé de Aracaju. Eles chegaram em cortejo para lavar a escadaria da Catedral Metropolitana. Na cultura afro-brasileira, Nossa Senhora da Conceição é Oxum, rainha das águas doces, da riqueza, do amor e da beleza. "Todas as religiões merecem respeito. Vim para o culto católico, mas também prestigio o cortejo do afoxé", comentou.

Nossa Senhora da Conceição

De acordo com informações de Dom José Palmeira Lessa, o dogma da imaculada foi proclamado pelo Papa Pio IX em 1854. "Ela toda pura, plena de graça. Com a visita do anjo, deu o consentimento de participar da obra de redenção do filho. Como falam os padres da igreja, o que Eva desobedeceu, Maria obedeceu plenamente dizendo: eis a escrava do Senhor, seja-me feito segundo a tua palavra", lembra o Arcebispo.

Nossa Senhora da Conceição recebeu este título após a Virgem Maria confirmar para Santa Bernadette que era a Imaculada Conceição, quando apareceu para ela em Lourdes, em 1858. Em 1304, o Papa Bento XI reuniu, na Universidade de Paris, uma assembleia para terminar as questões de escola sobre a Imaculada Conceição da Virgem.

Fonte: ASN