Sergipe

14/09/2011 às 18h21

Funcionário de terceirizada da Petrobras morre em acidente de trabalho

Redação Portal A8

No final da tarde desta quarta-feira (14) um acidente de trabalho acabou com a morte de um funcionário que trabalhava para a empresa Gramo Engenharia, que presta serviços para a Petrobras. José Ricardo Rosa, 41 anos, trabalhava no poço SZ-158, no município de Siriri.

O acidente ocorreu, por volta das 14h30, durante atividade de fixação de postes de concreto com cerca de 4,20 metros usado na para sinalizar a demarcação de faixa de duto destinada à coleta de água produzida, interligando o campo de Castanhal à Estação Coletora de Bomsucesso. Durante a operação, um dos postes tombou e atingiu o ajudante, que faleceu no local.

O sindicato denuncia que a operação estava sendo realizada manualmente, sem maquinário. "As operações são realizadas de forma precária no intuito de reduzir custos e quem paga com a vida são os trabalhadores", afirmou Toeta, diretor do Sindipetro AL/SE.

O Sindipetro está acompanhando toda a situação e exige a apuração do acidente. "Não podemos deixar que a Petrobras continue assassinando trabalhadores. Nesse acidente, seis crianças ficaram órfãs. Até quando isso continuará acontecendo", frisou Toeta.

Nota da Petrobras

Através de nota a Petrobras lamentou o falecimento de José Ricardo Rosa, 41 anos, que trabalhava no Ativo de Produção Sergipe Terra, nas imediações do campo de Castanhal, na cidade de Siriri.

Segundo a Petrobras, José Ricardo trabalhava na GRAMO Engenharia há seis meses e que as duas empresas estão prestando toda a assistência à família do ajudante. A Petrobras notificou oficialmente a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) sobre a ocorrência e constituirá comissão interna para apurar as causas do acidente.