Sergipe

25/05/2011 às 16h31

Prefeitura e Governo avaliam efeitos das chuvas

O grande volume de chuvas causou transtornos durante todo o dia, devido ao acúmulo de água

Redação Portal A8

Para intensificar e integrar as ações voltadas ao controle dos efeitos das chuvas, o prefeito reuniu-se na noite dessa terça-feira (24) com o Comitê de Gestão de Crise Unificado, formado por representantes do município e do Governo do Estado.

Durante todo o dia, o prefeito Edvaldo Nogueira buscou delinear medidas que amenizassem os estragos causados pelo mau tempo. Por volta do meio-dia, ele ligou para o governador Marcelo Déda, que estava em compromisso oficial em Brasília, para informa-lo da situação. A pedido de Déda, as equipes do governo se colocaram à disposição e reforçaram a parceria e o compromisso em auxiliar a Prefeitura de Aracaju no que for possível, com a intenção de prestar o socorro necessário à população.

Para todo o mês de maio eram esperados 320 mm de chuva, mas somente nesta terça o volume pluviométrico chegou a 175 mm em 16 horas de chuvas ininterruptas. A média de chuvas diárias, normalmente, é entre 50 e 80 mm. "Foi um dia atípico e difícil. Em qualquer lugar do mundo em que houvesse essa quantidade de chuva durante tanto tempo haveria alagamentos", analisou o prefeito Edvaldo Nogueira.

A discussão sobre as consequências da chuva serviu para avaliar a atual situação do município após o alto índice pluviométrico registrado e definir ações conjuntas entre as administrações estadual e municipal para sanar os problemas e prevenir possíveis danos à população. Apesar de diversos registros de grandes alagamentos por toda a cidade, não houve ocorrência de vítimas em nenhum ponto da capital, nem mesmo nas áreas que costumavam apresentar problemas no passado.

Prevenção

Para o prefeito, isso se deve ao trabalho de retirada antecipada de famílias residentes em áreas de risco, feito durante o mês de maio pela Prefeitura. "Essas famílias foram retiradas das áreas de risco antes que esse período de chuva intensa previsto pela meteorologia chegasse. Nossa ação impediu que houvesse consequências mais graves para essas pessoas", disse Edvaldo.

A medida também foi ressaltada pelo vice-governador do Estado, Jackson Barreto, que, representando o Governo do Estado, se colocou à disposição para o enfrentamento do problema. "Levando em consideração a estrutura da cidade para o volume de chuva que caiu, temos que agradecer por não haver vítimas, pois danos materiais são recuperados. Mas o senso de prevenção da Prefeitura em retirar as famílias dos locais mais vulneráveis foi muito importante", elogiou Jackson.

Trânsito

O grande volume de chuvas causou transtornos durante todo o dia, devido ao acúmulo de água em alguns pontos da cidade após o longo período sem estiagem. Um dos problemas foi com relação às complicações no trânsito da cidade, que ficou lento, principalmente nos horários de pico. Durante a reunião, o prefeito aproveitou para sugerir uma interligação de apoio ao trabalho dos agentes de trânsito da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).
"O que mais complicou no dia de hoje foi o trânsito, devido aos alagamentos. Todas as equipes da SMTT se dividiram, mas queria pedir o apoio da CPTran, caso o problema volte a acontecer na intensidade que aconteceu nesta terça atípica", solicitou Edvaldo Nogueira.

Drenagem

Entre os pontos mais críticos durante o período intenso de chuva estavam o Centro da cidade, as avenidas Coelho e Campos, Gentil Tavares, Airton Teles, Acrízio Cruz, Nova Saneamento, Francisco Porto, além dos bairros Jardins, 13 de Julho e a Zona de Expansão. Entretanto, para o vice-prefeito de Aracaju, Silvio Santos, além da eficaz prevenção de catástrofes em áreas de risco, as chuvas desta terça-feira também mostraram um outro trabalho que vem sendo desenvolvido pela Prefeitura de forma eficiente.

"No início da noite, boa parte da cidade já estava enxuta, após a trégua que a chuva deu. Isso é sinal de que o serviço de drenagem e limpeza de canais e tubulações realizado pela administração municipal está sendo muito bem feito como medida preventiva", observou Silvio Santos.

 

Fonte: PMA