Sergipe

24/05/2011 às 08h41

Mães denunciam descaso na Pediatria Hildete Falcão

Algumas mães chegaram na Unidade na tarde de ontem e hoje pela manhã ainda não tinham sido atendidas

Redação Portal A8

A Urgência Pediátrica da Maternidade Hildete Falcão continuou sendo alvo de críticas na manhã desta terça-feira (24) para mães que se encontram no local, por conta do atendimento precário e do descaso sofrido pelos seus filhos que se encontram internados na unidade.

A estudante Aline Bispo dos Santos é mãe de três crianças. O mais novo está com pneumonia e internado na pediatria da maternidade. "Passei a noite sentada numa cadeira aguardando um atendimento decente para meu filho. Tem um monte de gente aqui, umas quinhentas pessoas, para três enfermeiras atenderem, os medicamentos estão atrasados, a situação está virando um caos, eu só quero que meu filho fique bom e saia logo desse lugar".

A dona de casa Lucia Helena Lima Santos chegou no hospital ontem a tarde por volta das 17 horas e até a manhã de hoje ela diz que sequer ouviu falar de médicos no local. "Aqui não tem médico, meu filho está com febre reumática, estou preocupada, porque ele precisa tomar o remédio dele 6 horas e até agora nada. Ninguém tem respeito não com a situação, não tem justificativa. Precisamos de um atendimento, não somos animais, somos humanos e precisamos ser atendidos como tal".

Secretaria de Estado da Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde acredita que a maioria dos pacientes atendidos pela maternidade refere-se a crianças com gripes e resfriados. E casos de saúde básica como esses podem ser tratados em unidades de saúde (postos). A Secretaria de Saúde faz um apelo à população que antes de levar os filhos à maternidade, procurar o posto de saúde mais perto de sua casa, para não acumular o índice de pacientes na pediatria, causando superlotação, além de prejudicar crianças que apresentam situações de maior urgência como pneumonia, etc.