Sergipe

21/05/2011 às 17h36

Mais de 500 famílias receberam auxílio moradia no mês de maio

Retirar famílias de áreas de invasão é algo radical, que muitas vezes causa transtornos e polêmicas

Redação Portal A8

Mais de 500 famílias retiradas de áreas degradantes somente neste mês de maio e mais de 500 auxílios-moradia concedidos nas últimas semanas. No valor de até R$ 300, o benefício permite que as famílias morem em casas de aluguel, que são pagas com recursos próprios da Prefeitura de Aracaju. Segundo o prefeito Edvaldo Nogueira, essa é uma ação inédita.

"O desafio era antigo, mas nunca ninguém teve condições ou coragem de iniciar esse processo, que na realidade representa uma transformação social gigantesca. Retirar famílias de áreas de invasão é algo radical, que muitas vezes causa transtornos e polêmicas, mas era extremamente necessário fazer isso. Todos que foram cadastrados pela Semasc receberão casas. Estamos conduzindo o processo com muito cuidado porque não queremos injustiças", esclarece Edvaldo Nogueira.

No Loteamento Marivan do bairro Santa Maria, por exemplo, quase 300 famílias foram retiradas da invasão.Os moradores da área de risco, instalada na margem do canal que corta a região, foram alojados em casas de parentes e de amigos. Apenas algumas famílias foram para o abrigo municipal.E os antigos moradores, que foram cadastrados pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, terão direito ao auxílio-moradia.

A ação possui o objetivo oferecer segurança e bem-estar às pessoas que vivem em habitações precárias. "Nós removemos as famílias e concedemos o auxílio-moradia para aquelas que estão cadastradas. Com isso, queremos que, quando as chuvas de inverno vierem, essas famílias estejam seguras, vivendo em casas dignas, livres das inundações e das doenças que as enchentes provocam", explica o secretário de Assistência Social, Bosco Rolemberg.

 

Com informações da PMA