Sergipe

02/05/2011 às 09h19

Fim do sonho- por Adiberto de Souza

Redação Portal A8

Diferente do que tem dito a oposição, o prejuízo registrado no Balanço de 2010 da Deso é fruto dos governos passados. Conforme o demonstrativo do balanço, publicado pela imprensa local, para promover um ajuste patrimonial, a empresa excluiu de seus ativos dívidas de água e esgoto de vários anos e que não há mais como recebê-las. Para se ter uma idéia, nas demonstrações financeiras de 1966, a Deso já registrava um prejuízo de R$ 125,4 milhões referentes a estas dívidas velhas. Outros cerca de R$ 30 milhões do prejuízo registrado no último balanço foram causados pelo parecer da Fubras. Esta consultoria contratada pelo governo de João Alves Filho (DEM) recomendou que não se pagasse os impostos federais e a conseqüente apropriação dos recursos como caixa da empresa. O não pagamento dos tributos motivou cobranças administrativas e judiciais por parte da Receita Federal. Portanto, a oposição ou não leu o balanço da Deso, ou está jogando para a platéia com o objetivo de desgastar o governo.


Confira Blog completo