Sergipe

28/04/2011 às 14h31

Taxímetros da capital e da Grande Aracaju já estão sendo verificados

Os cerca de dois mil taxistas aracajuanos terão entre os dias 25 de abril e 15 de julho para serem verificados

Redação Portal A8

A população que utiliza os táxis da capital sergipana e municípios da Grande Aracaju pode ficar tranquila com relação ao preço que está sendo cobrado nas corridas. O Instituto Tecnológico e de Pesquisas de Sergipe (ITPS) - que é o órgão delegado do Inmetro no Estado - já começou a fazer a verificação metrológica dos taxímetros, a fim de garantir o direito do consumidor, dando a certeza de que o instrumento está marcando corretamente a tarifa pelo serviço. Vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), ao ITPS cabe a função de verificar se os equipamentos estão atendendo aos requisitos dos regulamentos técnicos estabelecidos pelo órgão Federal.

Com uma frota estimada em mais de dois mil veículos atualmente, os taxistas aracajuanos terão entre os dias 25 de abril e 15 de julho para realizarem a aferição de seus taxímetros, para poderem circular sem problemas em suas praças de atuação. De acordo com Maria Inês de Almeida, diretora de Coordenadoria de Metrologia Legal do ITPS, essa verificação é feita anualmente, sempre em comum acordo com o período em que a tarifa do serviço é reajustada, e num primeiro momento o proprietário do táxi deve procurar a Superintendência Municipal de Trânsito de sua cidade. "No local será fornecida uma guia de encaminhamento para o ITPS, assim como será destacado, através da fixação de adesivo no veículo, caso os taxistas trabalhem com desconto na tarifa", disse ao observar que cabe exceção nesse último item para o município da Barra dos Coqueiros.

Conforme observa a funcionária do ITPS, após anexar a essa guia o documento da verificação feita no ano anterior e o licenciamento do veículo, o responsável pelo táxi deve ir até o órgão, que funciona na rua Vila Cristina, a fim de realizar o procedimento administrativo, ou seja, o pagamento da taxa de R$ 37,50 que vai gerar uma guia de encaminhamento às oficinas credenciadas. "Em Sergipe apenas duas empresas estão devidamente registradas para fazer essa verificação, isso não porque estabelecemos esse número, mas sim porque foram as únicas que tiveram interesse em fazer esse tipo de serviço e para isso capacitaram seus técnicos de acordo com as normas estabelecidas pela Portaria nº 88/87, do Inmetro", ressaltou Maria Inês.

Vencida essa etapa, o proprietário do veículo já sai com uma data agendada para a pista de verificação metrológica, que funciona na avenida Santos Dumont, nas imediações da praça de eventos da orla de Atalaia, no período da manhã. "Em média estamos atendendo 30 carros por dia com esse serviço e outros 50 diariamente na sede do ITPS, no horário das 7h30 às 12h30 e esperamos que no prazo estabelecido toda a frota tenha sido atendida, a fim de evitar multas e prejuízos para seus responsáveis" enfatizou Maria Inês.

 

Fonte: ASN