Sergipe

23/11/2010 às 16h34

Sergipe bate recorde em geração de empregos

O Caged divulga os dados mensalmente e estes últimos números consolidam o quinto mês seguido

Redação Portal A8

A partir de dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), na última sexta-feira (19), o crescimento do número de empregos no segmento da indústria de transformação em Sergipe é o mais alto do país. De novembro de 2009 a outubro de 2010, o emprego nesse segmento cresceu em Sergipe 12,56%, criando 4.729 novos postos de trabalho na indústria, superando a média de crescimento de empregos nacional que alcançou 6,89%.

O Caged divulga os dados mensalmente e estes últimos números consolidam o quinto mês seguido onde o segmento da indústria de transformação em Sergipe é o que mais cresce no país, dentre outros segmentos que também demonstraram evolução. Para efeito comparativo, a média da região Nordeste no segmento ficou em 6,79%, e estados como Pernambuco e Bahia, respectivamente, em 8,92% e 8,26%, para o mesmo período.

Outro recorde apontado pelo Caged refere-se à geração mensal de empregos em Sergipe, que alcançou a marca histórica de 4.777 novos empregos com carteira assinada em outubro. Nunca houve a geração de mais de quatro mil empregos em um só mês no estado. O recorde anterior havia sido registrado em setembro de 2009, com 3.688 empregos.

Diversificação

Outra constatação evidenciada pelo Caged reflete o crescimento do nível de emprego nos diversos segmentos, a exemplo do setor têxtil e de vestuário, que até pouco tempo estava demitindo funcionários, e agora já registra, só no ano de 2010, a contratação de 713 novos trabalhadores. A análise dos dados dos últimos 12 meses também aponta um crescimento evidente de empregos no comércio (3.447 novos empregos), na construção civil (3.842 novos empregos), que também vem registrando sucessivos recordes na geração de empregos, no setor de serviços (5.626 empregos), que tradicionalmente emprega mais, no turismo (1.056 empregos), e na agricultura (1.925 empregos).

 

Fonte: ASN