Sergipe

16/08/2010 às 16h13

Alunos de escola estadual reclamam da falta de professores

Os alunos também reclamam da falta de merenda escolar, da sujeira no local e da insegurança

Redação Portal A8

A falta de professores tem revoltado pais e alunos da escola estadual Leonor Franco, no bairro Mosqueiro, zona sul de Aracaju. Os quase seiscentos alunos passam a maior parte do tempo pelos corredores e o barulho provocado por eles não permite que os poucos professores que existem no colégio dêem suas aulas.

Outra preocupação é a falta de controle de quem tem acesso a escola, não existe nenhum porteiro e o portão está sempre aberto, fato que provoca insegurança para quem trabalha no local e também para os estudantes. "Qualquer um entra aqui, mesmo que não seja aluno e isso é preocupante, pois nossos filhos não estão seguros dentro da própria escola", afirmou a dona de casa Nicelma Brito.

Os problemas na unidade de ensino não terminam, os alunos reclamam da falta de merenda escolar e também da sujeira no prédio. "Não temos merenda, pois não tem um funcionário para preparar os alimentos. Além da falta de professores e de alimentação, ainda temos que freqüentar um lugar sujo", relatou a estudante Shirley Souza.

O secretário da escola, José Messias, revelou que a ausência de professores se deve ao cancelamento dos contratos temporários e que a sugestão foi preencher as vagas com um processo seletivo simplificado. "O problema já foi encaminhado para a Secretaria de Educação e um processo seletivo foi aberto, mas até agora não chegaram os professores", afirmou messias que ressaltou. "Semana passada fomos ao Ministério Público e relatamos todos os nossos problemas, agora estamos esperando uma solução", disse.