Sergipe

01/05/2010 às 15h38

Moradores da invasão da Portelinha protestam contra ação de despejo

O local, que já é ocupado há seis anos, é um terreno pertencente à União e abriga cerca 260 pessoas

Redação Portal A8

 

O protesto percorreu as principais ruas e avenidas da cidade (Foto : Atalaia Agora)

Revoltados com uma decisão judicial os moradores da invasão da Portelinha, no município da Barra dos Coqueiros, realizaram na manhã deste sábado (01) um protesto nas principais ruas e avenidas da cidade. Com muitas faixas e apitos os manifestantes pediam providencias dos representantes da prefeitura e do Estado contra a determinação de despejo.

 

O local, que já é ocupado há seis anos, é um terreno pertencente à União. Durante esse tempo as famílias que habitam a área receberam benefícios como água encanada e energia elétrica. Agora os moradores protestam contra a decisão judicial, que determina a desocupação do terreno em seis dias.

Segundo o presidente da Associação Viva Barra, Viva Sergipe, Jean Pierre, na comunidade são 120 adultos e 140 crianças, todos carentes e precisam de ajuda. "Estamos aqui para exigir um termo de ajuste de conduta do município para que regularize a situação das famílias no local", explicou.

Para a dona de casa Maria Elizabeth estes dias são de apreensão. "Sou desempregada e tenho cinco filhos, moramos nesse barraco que é a única coisa que tenho. Eles querem derrubar nossas casa, mas não vão nos colocar em nenhuma outra moradia, tenho medo de ficar na rua com as crianças", desabafou.