Sergipe

08/01/2010 às 09h07

Prefeitura reforça combate à dengue no verão

Redação Portal A8

Com o objetivo de manter sob controle o número de casos de dengue na capital, a Prefeitura de Aracaju continua realizando ações específicas de combate ao mosquito transmissor da doença. Com a chegada do verão, o cuidado foi redobrado por conta do aumento do risco de proliferação do Aedes Aegypti.

Segundo a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Taíse Cavalcante, o clima quente com chuvas esparsas acelera o desenvolvimento do mosquito. "Enquanto nas outras épocas do ano o período entre a colocação do ovo até o surgimento do mosquito dura 30 dias, no verão esse tempo cai bastante, ficando entre 7 e 15 dias", explica.

Isso explica o aumento do número de casos durante a estação. Apesar disso, graças aos esforços do município, os índices ficaram abaixo do esperado no início do verão. "Nos meses de novembro e dezembro não houve casos confirmados de dengue em Aracaju", comemora Taíse, lembrando que em 2009 a capital conseguiu reduzir em 97% o número de casos da doença em relação ao ano anterior.

Riscos

Outro fator que pode influenciar no aumento do número de casos de dengue no verão é a chegada de turistas, já que a doença é causada por um vírus que utiliza o mosquito como hospedeiro. Contudo, o vírus é um organismo resistente e de rápida mutação. Daí a preocupação de que algum turista transmita a carga viral, mesmo que não apresente ainda os sintomas da doença.

"Temos como meta diminuir ainda mais a população de mosquitos em Aracaju, mas é preciso que a população colabore e tome muito cuidado com o lixo, com as plantas de jardim dentro de casa, com as calhas e caixas d`água. É preciso evitar a qualquer custo objetos que acumulem água", enfatizou Taíse.

 

Fonte: AAN