Sergipe

14/10/2009 às 08h26

MP vai intervir para garantir abastecimento de água

Redação Portal A8

A troca dos vasilhames de água mineral, iniciada ontem, com uma manifestação dos distribuidores de água em frente uma envasadora, está criando uma grande polêmica.

Depois da a manifestação feita pelos distribuidores, o Ministério Público resolveu intervir na questão, com o fim de garantir os direitos dos consumidores e evitar que haja desabastecimento de água mineral em aracaju.

A promotora Euza Missano, em entrevista ao radialista George Magalhães, na manha desta quarta-feira, informou que o MP está acompanhando de perto essa questão e que os distribuidores de água estiveram no Ministério Público, pedindo providências para o caso.

De acordo com a promotora, os vasilhames tem validade de três anos a partir de sua data de fabricação, sendo estes trocados por garrafões novos. Alertou aos consumidores que a data de validade fica no fundo dos garrafões e que os responsáveis pela troca dos vasilhames são os distribuidores.

Diversos distribuidores de água mineral alegam que os garrafões não tem data de validade impressa, apenas a data de fabricação. Todavia, esta deveria ser um parâmetro para a troca. Missano disse que houve falta de atenção por parte dos distribuidores, ao não se cientificar da validade de seus garrafões.

Sobre a troca dos garrafões, não poderá haver nenhum tipo de despesa para os consumidores. O risco de desabastecimento de água mineral não existe. Os garrafões vencidos não poderão ser rejeitados pelos distribuidores, que levarão os garrafões para a envasadora, que deve providenciar a troca. Ela explicou que o consumidor não terá problemas na substituição, pois nessa caso, segunda ela, os distribuidores irão aos poucos substituindo, já que esses terão todo o respaldo do MP junto às envazadoras.

A promotora lembrou que houve anteriormente um problema com os botijões de gás, que fora solucionado com rapidez, com a intervenção do MP.

 

Com informações do Faxaju e www.marciorocha.net