Sergipe

07/10/2009 às 19h45

Projeto piloto de Sergipe é escolhido pelo Bird

Redação Portal A8

Sergipe foi escolhido pelo Banco Mundial (Bird), a ser projeto piloto do Plano de Gestão Integrada de Águas Urbanas(GIAU). A proposta do banco foi apresentada na manhã desta quarta-feira (07) a algumas instituições do Estado envolvidas com a área, entre elas a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos(Semarh), por estar, junto ao banco, coordenando as atividades de financiamento para o Programa Águas de Sergipe, que visa a revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Sergipe e a consolidação do Sistema de Recursos Hídricos no Estado.

Além do Brasil, também serão projeto piloto a capital de Santa Fé de Bogotá, da Colômbia e Tegucigalpa, capital de Honduras. Sergipe está sendo o primeiro entre os demais a receber a proposta do Banco Mundial. Caso o projeto seja abraçado pelo Governo do Estado e pela Prefeitura Municipal, Sergipe também será o primeiro local onde o projeto será iniciado. A perspectiva do Banco Mundialé que o projeto piloto seja iniciado em dezembro deste ano.

De acordo com o especialista em Águas e Cidades do Bird, Martin Gambrill, a problemática em torno das águas urbanas acontece no todo o mundo. " Estamos querendo melhoramentos sobre essa situação. O banco desenvolveu o projeto e queremos agora executá-lo. Escolhemos três países da américa Latina para esse fim. Sergipe representará o Brasil", revela Martin enfatizando que o projeto não vai acarretar custo algum para o Estado. "Apenas estamos querendo dos governos apóio técnico para a realização do projeto", defende. Segundo ainda o especialista, a partir da execução do projeto, a análise das boas práticas na Gestão Integrada de Águas Urbanas (GIAU) na America Latina, servirá para replicação em outras cidades da região.

O projeto piloto irá desenvolver uma série de etapas. Inicialmente irá ser realizado um diagnóstico real da situação. Itens como lixo, uso do solo, expansão urbana, esgotamento sanitário, entre outros serão levantados. Após situação diagnosticada, haverá a formação de oficinas para procedimentos de estratégias e planos e planos de ação. O prazo de execução do projeto projeto Sergipe/Brasil é que se conclua em 12 meses.

Fonte: Faxaju