Sergipe

31/08/2009 às 18h52

Instituições de ensino superior de Sergipe obtem classificação insatisfatória

O MEC divulgou nessa o resultado dos Índices Gerais de Cursos das Instituições (IGC), referentes a todas as universidades, centros universitários e faculdades do país. Em Sergipe o resultado não foi dos melhores, nenhuma instituição de ensino obteve nota superior a três.

Redação Portal A8

O MEC divulgou o resultado dos Índices Gerais de Cursos das Instituições (IGC), referentes a todas as universidades, centros universitários e faculdades do país. Em Sergipe o resultado não foi dos melhores, nenhuma instituição de ensino obteve nota superior a 3, classificação que na escala que vai de 1 a 5 é considerada satisfatória. A grande maioria tirou nota 2 insatisfatória na avaliação do MEC, apenas uma faculdade sergipana obteve nota 3.

O IGC 2008 torna públicos os indicadores de qualidade de 2 mil instituições em todo o país. A maioria (884) obteve nota 3. Entre as 206 instituições públicas, 151 tiveram notas iguais ou superiores a 3.

O IGC é um indicador de qualidade construído com base numa média ponderada das notas dos cursos de graduação e pós-graduação de cada instituição. Assim, sintetiza num único instrumento a qualidade de todos os cursos de graduação, mestrado e doutorado da mesma instituição de ensino. Divulgado anualmente, o resultado final do IGC é expresso em valores contínuos (que vão de 0 a 500) e em faixas (de 1 a 5). Notas 1 e 2 são consideradas insatisfatórias.

O indicador orienta as visitas in loco dos avaliadores do Instituto Nacional de Educação e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), além de informar a sociedade sobre a qualidade das instituições. De acordo com o ministro da Educação, Fernando Haddad, o IGC está cumprindo a função de diminuir as distâncias entre instrumentos de avaliação objetivos e as visitas in loco de especialistas às instituições.

Caso as visitas dos especialistas confirmem o resultado do IGC, as instituições com notas inferiores a 3 têm prazo para recorrer desse resultado. Mantida a nota baixa, a instituição não poderá abrir novos campi, cursos ou ampliar vagas em cursos existentes até resolver os problemas indicados, mediante termo de saneamento firmado com a Secretaria de Educação Superior.

Com informações do MEC