Sergipe

14/03/2009 às 20h19

Assentamento em Sergipe é destaque na produção de leite

O projeto de assentamento(PA) Barra da Onça, no município de Poço Redondo (SE), é considerado oficialmente o primeiro PA da reforma agrária no Estado.

Redação Portal A8

O escritório de Francisco Souza, presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Projeto de Assentamento (PA) Barra da Onça, em Sergipe, localizado no segundo andar de uma pequena fábrica de leite, é simples, mas chama a atenção do visitante devido aos inúmeros certificados de qualidade de produção leiteira pendurados na parede.

Com um sorriso no rosto, Chico, como é conhecido em Barra da Onça, demonstra que os certificados emitidos por órgãos de fiscalização dos governos Federal e Estadual dão credibilidade a suas palavras: "Nossa produção de leite aumentou muito nos últimos anos, pois incorporamos tecnologias para a reprodução de gado e aumentamos a capacidade de armazenamento. Além disso, nosso leite é de alta qualidade e tem distribuição garantida".

Produção em alta


Francisco Souza explica que a produção de leite no PA Barra da Onça cresceu muito nos últimos anos. "Em 2001 produzimos três mil litros de leite por dia. Hoje chegamos à marca de quase 12 mil litros entre os meses de março e julho".

Souza destaca também que o aumento da produção de leite deve-se a um conjunto de fatores. "Compramos equipamentos e aprendemos métodos de inseminação artificial. Isso fez com que a produção e o armazenamento ganhassem qualidade e eficiência", diz.

Ainda segundo o presidente da associação dos produtores de Barra da Onça, o objetivo de curto prazo é, com a ajuda de programas de crédito do Governo Federal, como o Pronaf (Ministério do Desenvolvimento Agrário) e o Programa Terra Sol, (Incra), adquirir mais equipamentos e incrementar a produção leiteira. "Pretendemos comprar um tanque de gelo e um tanque rodoviário. Isso pode aumentar, de imediato, a produção de leite em dois ou três mil litros por dia".

A fábrica de leite do PA Barra da Onça emprega 23 funcionários e tem capacidade para armazenar até 16 mil litros de leite diariamente. Além de leite, a fábrica também comercializa queijo coalho e iogurte, entre outros derivados.


Pioneirismo

O projeto de assentamento (PA) Barra da Onça, no município de Poço Redondo (SE), é considerado oficialmente o primeiro PA da reforma agrária no estado. Criado em 1986, o local é hoje exemplo de que os assentamentos da reforma agrária podem produzir com qualidade e gerar renda para quem trabalha no campo.


José Mello, funcionário do Incra há mais de 20 anos, presenciou o desenvolvimento do local. "No início, a produção de alimentos era precária e a fábrica de leite funcionava num pequeno casebre. Hoje temos uma produção que avança a cada dia", afirma.

O PA Barra da Onça abriga 211 famílias de pequenos trabalhadores rurais. Cada família possui cerca de 33 hectares e, além de trabalhar direta ou indiretamente com a produção de leite, também planta milho e feijão.