Sergipe

13/03/2009 às 09h15

Guardas municipais ameaçam parar atividades

Redação Portal A8

 

Guardas municipais querem reajuste salarial de 14% e aumento de 100% na gratificação (Sílvio Rocha)

Os guardas municipais de Aracaju ameaçam paralisar as atividades a partir da próxima semana, caso a Prefeitura Municipal não apresenta na reunião de hoje (13) uma decisão com relação à pauta de reivindicações da categoria. Os trabalhadores querem reajuste de 14% e aumento da gratificação passando dos atuais 30% para 100%.

 

A reunião com a comissão do Sindicato dos Guardas Municipais e representantes da administração municipal está marcada para o final da tarde de hoje no Centro Administrativo ‘Aloísio Campos`. "Vamos esperar o posicionamento do prefeito, Edvaldo Nogueira. O aumento salarial que estamos pedindo vai gerar um impacto mínimo na folha de pagamento, o que corresponde a menos de 1%", calcula Esdras Salen Lima, presidente do Sindicato.

Atualmente, o salário-base chega a R$ 700. "Só recebemos esse valor porque trabalhamos acima da carga horária. Se trabalhássemos 30horas, o vencimento não passaria dos R$ 415, ou seja, menos que mínimo", disse o presidente do Sindicato ao acrescentar que a Guarda Municipal não tem orçamento próprio, sendo vinculada a Secretaria de Governo, o que emperra as atividades.

Na próxima segunda-feira (16), a categoria vai se reunir em assembléia, para discutir a proposta salarial que deverá ser apresentada hoje pela Prefeitura de Aracaju. "Caso não haja uma proposta que venha atender a necessidade da classe vamos entrar em greve", disse o sindicalista. A assembléia está marcada para as 18horas no Colégio Presidente Vargas, bairro Siqueira Campos.