Sergipe

11/03/2009 às 15h34

Jackson critica indicação de Almeida para Comissão de Orçamento

Para o deputado federal Jackson Barreto (PMDB-SE) a indicação do senador José Almeida Lima (PMDB-SE) para presidir a Comissão Mista do Orçamento foi um prêmio do senador Renan Calheiros por ele ter feito parte da sua tropa de choque.

Redação Portal A8


Desafetos declarados, o deputado federal Jackson Barreto (PMDB-SE) voltou a criticar o comportamento do primo-inimigo, senador José Almeida Lima (PMDB-SE). Segundo ele, Almeida só foi indicado para presidente a Comissão Mista do Orçamento - uma das mais importantes do Congresso - como prêmio por ter feito parte da tropa de choque do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ex-presidente do Senado.


"Em Brasília, todo mundo sabe que não foi por competência ou mérito. Ele foi indicado pelo senador Renan Calheiros, que hoje é líder do partido e está indicando membros do seu grupo de choque para posições expressivas no Congresso", acusou Jackson, durante entrevistas em emissoras de rádio de Aracaju, no início da manhã.

"Eu também gostaria de ser presidente da Comissão Mista de Orçamento, mas não por ter sido escudeiro de Renan Calheiros. Gostaria de chegar lá por méritos pessoais e por capacidade reconhecida por meus pares", cutucou Barreto.

Para ele, Almeida Lima só vai fazer na Comissão o que "o seu líder Renan mandar". Jackson disse ainda que a bancada do PMDB no Senado deve divulgar nota de apoio à decisão do líder, Renan Calheiros (AL), de indicar Almeida Lima para presidir Comissão de Orçamento.

O ofício, formalizando a indicação para a vaga, que cabe ao PMDB, deve ser encaminhado à Mesa por Renan nos próximos dias. Na reunião da bancada, ontem, o assunto sequer foi discutido, porque a decisão já foi tomada e agora só falta formalizá-la.