Sergipe

10/03/2009 às 18h41

Médicos decidem continuar em greve

Redação Portal A8

Os médicos do município de Aracaju, que se reuniram na tarde desta terça-feira (10) para avaliar o andamento da paralisação iniciada no último dia 03 de março, decidiram continuar com a greve. Segundo o presidente do Sindicato dos Médicos de Sergipe (Sindmed), José Menezes, a categoria está revoltada com o descaso com que os gestores públicos vêm tratando os médicos de Aracaju.
"Há profissionais que não são médicos executando as funções de médicos em postos de saúde da cidade. Por conta dessa atitude, o secretário de saúde, Marcos Ramos, irá prestar esclarecimentos ao Conselho Regional de Medicina", falou Menezes.
Em relação à contraproposta da prefeitura de Aracaju, o presidente disse que o estudo ainda não tinha sido terminado e que só no próximo dia 20, a prefeitura irá apresentar algo concreto. "O prefeito disse que não há dinheiro em caixa para conceder o aumento salarial solicitado pelos médicos. Espero que ele tenha sensibilidade e valorize a categoria que tanto faz pelos aracajuanos", ressaltar.
Na manhã desta terça-feira, os médicos saíram em passeata pelo centro comercial. A categoria reivindica a implantação do piso nacional que corresponde a R$ 7.500 por 20 horas trabalhadas. Pelo mesmo período de trabalho, os médicos recebem hoje R$ 850 mais a complementação.