Sergipe

13/02/2009 às 18h54

Preso envolvido na fuga do pistoleiro Floro Calheiros

Redação Portal A8

 

Silvan Eugênio (Divulgação)

A Polícia Civil realizou no dia de hoje (13), uma mega operação, no município de Canindé de São Francisco, no alto sertão sergipano, e prendeu um dos principais envolvidos na fuga espetacular do pistoleiro Floro Calheiros Barbosa.

Silvan Eugênio de Souza foi detido na casa dele, que fica na sede do município, por volta das 14 horas. Ele é acusado pela polícia de ter ajudado o pistoleiro a fugir do Hospital São Lucas, no dia 21 de dezembro de 2008.

A operação contou com oito homens das Polícias Civil e Militar. Segundo informações do delegado do município Antonio Francisco de Oliveira Filho, no momento da prisão, Silvan estava trabalhando de pedreiro, fazendo uma reforma em frente a casa dele. O acusado não ofereceu resistência. "A prisão foi muito tranqüila devido ao excelente trabalho de investigação do Complexo de Polícia Especializada (COPE)", afirmou o delegado.

Neste momento, Silva Eugênio está prestando esclarecimentos no Complexo de Polícia Especializada (COPE).

Fuga
Floro fugiu na noite do dia 21 de dezembro do ano passado. Segundo informações coletadas a partir da análise das imagens do circuito de TV do hospital, eram 20h10, quando um homem bateu na porta do apartamento no qual o preso estava internado. Quando ela foi aberta, o agente penitenciário foi rendido. Simultaneamente, Floro, com uma arma rendia os outros agentes.

Minutos depois, o preso, que usava jaleco branco e uma peruca, deixou o hospital pela rua Alcides Leite. Os agentes penitenciários foram deixados algemados e amordaçados.

A fuga do preso foi descoberta por uma enfermeira que foi até o apartamento administrar a medicação e encontrou os agentes penitenciários imobilizados. Essa foi à segunda vez que o agiota escapa da polícia sergipana. Em julho de 2003, através de um esquema montado e até hoje não esclarecido, ele fugiu da carceragem da 1ª Delegacia Metropolitana, no bairro Leite Neto. Do plano teriam feito parte, integrantes das polícias Militar e Civil.