Política

11/09/2020 às 14h08

Edvaldo oficializa Katarina Feitoza como sua vice para as eleições em Aracaju

Assessoria de Imprensa

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), pré-candidato à reeleição, confirmou, na manhã desta sexta-feira (11), a delegada Katarina Feitoza (PSD) como sua companheira de chapa, na condição de pré-candidata a vice-prefeita na disputa eleitoral deste ano. O anúncio contou com a participação do governador Belivaldo Chagas, do deputado federal e presidente municipal do PSD, Fábio Mitidieri, do ex-governador Jackson Barreto, do presidente da Câmara Municipal de Aracaju, vereador Josenito Vitale, além de vereadores, pré-candidatos e dirigentes partidários.

Edvaldo expressou sua satisfação pela composição, definida por ele como uma aliança “forte, coerente e que reacende a esperança de construir algo ainda melhor pelo povo de Aracaju”. “Fico muito feliz pelo PSD ter encontrado um caminho de consenso e ter indicado uma pessoa por quem tenho imenso carinho, respeito e admiração. Alguém que, aonde quer que esteja, exerce sua função com amor, pensando no bem e na melhoria de vida das pessoas. Katarina é uma pessoa de respeito, leal e tem uma trajetória que fala por si. Tenho certeza de que ela terá grande papel, tanto na campanha, como na prefeitura. Juntos, trabalharemos para construir uma cidade ainda melhor para os aracajuanos. Aqui hoje reacendemos uma nova esperança, de continuidade de um trabalho transformador, pelo nosso povo e pela nossa cidade”, afirmou.

Em seu pronunciamento, Edvaldo destacou que a escolha de Katarina Feitoza também  representa seu compromisso com as mulheres. “Sou um defensor de que as mulheres tenham participação igualitária, que ocupem espaços na política e que cresçam em todos os aspectos. Sempre busquei essa representatividade e tenho a felicidade de nestas duas últimas eleições, ter mulheres como minhas companheiras de chapa, para mostrar à sociedade essa importância. No caso de Katarina, não só por ser mulher, mas por representar uma mulher competente, guerreira, trabalhadora, com compromisso social. Então, tenho muita alegria de termos encontrado uma mulher que reúne esse conjunto de qualidade e que, ao meu lado, trabalhará para melhorar a vida da população aracajuana. Tudo isso demonstra que estamos conectados com o futuro, com o novo no sentido das ideias de melhoria de qualidade de vida, de diminuição das desigualdades e da representatividade”, constatou.

Coerência 

O pré-candidato à reeleição reforçou ainda que a aliança entre o PDT e PSD simboliza a coerência de um agrupamento, “que está junto há mais de 15 anos” e que tem “elevado Aracaju e o Estado aos patamares da qualidade de vida”. “E essa é outra alegria que me move, que acende meu espírito de continuar na política, de continuar como prefeito, que é o fato de estarmos aqui, com as mesmas pessoas, companheiros que não mudaram de posição, de lado, que não cometeram a incoerência de, estar junto em uma hora e, de repente, sair, para uma mudança que ninguém sabe de quê. Aqui estão pessoas que, principalmente, de 2000 para cá, trabalharam para construir uma Aracaju, um estado melhor para todos. Pessoas que estavam na campanha de Belivaldo e que buscam a coerência, de estar do mesmo lado, com as mesmas pessoas, construindo algo melhor para o nosso povo. Vamos fazer uma bela campanha, de ideias, propostas e de compromisso”, reiterou.

Admiração

Da mesma forma, Katarina Feitoza disse ser “uma honra compor uma chapa ao lado de Edvaldo, um político comprometido, com visão, por quem tenho admiração e que demonstra seu amor por Aracaju em cada ação realizada pela cidade”. “Confio nesse projeto e respeito o trabalho que vem sendo feito por Edvaldo, um político que sempre se mostrou correto, decente. Em todas as reuniões que tivemos, eu enquanto chefe da polícia e ele como prefeito,  Edvaldo sempre  expressou sua vontade de fazer mais e melhor pela nossa cidade e isso me cativava. Ele sempre deixou sua marca. Sua visão, seu amor por Aracaju, seu comprometimento em gerir a cidade nos desperta confiança. Vamos caminhar juntos e pode ter certeza de que ele terá uma companheira, amiga, disposta a caminhar ao seu lado por Aracaju, porque haverá empenho, dedicação e vontade de fazer mais e melhor, de unir e de conseguir articular determinadas políticas públicas para trazer mais qualidade de vida aos aracajuanos”, reafirmou. 

“Fará história”

O deputado estadual e presidente municipal do PSD, Fábio Mitidieri, afirmou que “ter uma pessoa do partido ao lado de Edvaldo, compondo a chapa é um reconhecimento muito grande". "Tenho grande admiração pelo trabalho que Edvaldo tem feito e temos certeza de que Katarina vem para somar. Estamos certos de que será uma grande parceria, uma parceria de sucesso entre Edvaldo e Katarina”.

Assim como ele, o governador do Estado Belivaldo Chagas ressaltou que a aliança entre Katarina e Edvaldo “fará parte da história de Aracaju”. “Katarina tem história, trabalho, e com certeza vai fazer um grande trabalho ao lado de Edvaldo, um amigo, irmão, com quem tenho uma relação de trabalho e pessoal, uma pessoa que tem trabalho, que tem competência, com quem discuto sobre  a cidade e que é extremamente capaz para exercer o cargo que ocupa. Precisamos de pessoas corretas, como Edvaldo,  que tenham compromisso com Aracaju, é isso que essa composição representa. É uma parceria que já está dando certo”, enalteceu. 

Formada em Direito, Katarina Feitoza é delegada concursada da Polícia Judiciária do Estado de Sergipe, desde 2001. Ela é pós-graduada em Gestão Estratégica em Segurança Pública e em Ciências Criminais. Ao longo de sua trajetória, Katarina ocupou diversos cargos dentro da Secretaria de Segurança Pública, entre eles o de coordenadora de Polícia do Interior e Capital, corregedora da Polícia Civil e coordenadora Geral do Subsistema de Inteligência em Segurança Pública. Assumiu, pela primeira vez, a função de delegada-geral da Polícia Civil de Sergipe em 2010, mantendo-se até 2014. Também foi vice-presidente da Regional Nordeste do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia. Reassumiu como delegada-geral em 2017, permanecendo na função até junho deste ano, quando se desincompatibilizou para participar das eleições.

 


Fonte: Assessoria de Imprensa