Política

18/08/2020 às 15h16

Deputados registram inauguração de termoelétrica na sessão da Alese

Rede Alese

Em ambiente misto, remoto e presencial, os deputados estaduais apreciaram e votaram em diversas indicações parlamentares  na manhã desta terça-feira (18) em mais uma Sessão Extraordinária  realizada pela Casa Legislativa.  Em continuidade ao expediente do dia, destaque para os pronunciamentos  favoráveis feitos pelos parlamentares, diante da inauguração da Usina Termoelétrica (UTE) Porto de Sergipe I, situada na Barra dos Coqueiros, que converte gás natural em energia elétrica. Evento ocorreu  na manhã de ontem (17), cenário que contou com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido).

O primeiro a se pronunciar  na tribuna virtual foi o deputado Capitão Samuel (PSC). Para ele, a inauguração da UTE, implantada pelas Centrais Elétricas de Sergipe (Celse), e que tem capacidade para atender a 16 milhões de pessoas com a produção do gás, representa um grande passo para o crescimento econômico de Sergipe. O deputado também parabenizou o pronunciamento feito pelo governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, durante a inauguração. Ele enfatizou que  o governador foi ético, ao declarar  que o seu partido e palanque é o povo de Sergipe e do Brasil. 

“Quero ressaltar a minha alegria  pelo dia de ontem. Sergipe tem dificuldades financeiras, sim, é mesmo um estado pequeno, e que  precisa de ajuda. Com essas dificuldades, o primeiro local procurado para resolver tudo isso é o Governo Federal. Veja, Sergipe aderiu ao Consórcio Nordeste para fortalecer ações e solucionar problemas. E agora, com a ocorrência da pandemia, se valeu desse consórcio para ser socorrido e até hoje não obteve êxito. Até agora Sergipe aguarda a chegada de respiradores mecânicos, um investimento de quase R$ 5.000. 00. Daí, o presidente  Jair Bolsonaro, que não vê sigla partidária, e sim, a necessidade da população, enviou, através do Ministério da Saúde, respiradores para Sergipe. É esse o papel do Governo Federal”, defendeu o parlamentar.

O líder do governo, deputado Zezinho Sobral (PODE), também parabenizou o posicionamento do governador de Sergipe em seu discurso. Ressalta que o fato de o governador apenas usar o seu espaço de pronunciamento para agradecer a presença do  presidente da República, Jair Bolsonaro, e o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, na assinatura de transferência, da Petrobrás para a Proquigel Química, em face do arrendamento da  Fábrica de Fertilizantes  (Fafen-SE), e ainda, da inauguração da Usina Termoelétrica, foi louvável. 

Zezinho avalia que com a retomada das atividades da Fafen em Sergipe, localizada no município de Laranjeiras, além da geração de emprego, a fábrica fortalecerá a nossa agricultura e a do país. A unidade de Sergipe possui capacidade instalada de produção de ureia de 1.800 t/dia, sendo capaz de comercializar amônia, gás carbônico e sulfato de amônio (também usado como fertilizante). 

Quanto a Usina do gás, o deputado lembrou que a termoelétrica  foi uma empresa abraçada, à época, pelo ex-governador Marcelo Déda, que iniciou as tratativas. “A termoelétrica, que já entrou em operação comercial em março de 2020, produz energia por menos da metade do custo médio da energia térmica produzida no Brasil. 

Segundo  informou o ministro de Energia,  01 megawatt-hora da energia térmica produzida em Roraima, a carvão, custa R$ 1,2 mil. Já o mesmo 01 megawatt-hora da térmica a gás de Porto de Sergipe I, custa R$ 279.  Dados foram comemorados pela maioria dos deputados que participaram na sessão desta terça-feira.

Título de Cidadania

Zezinho Sobral explicou ainda que o ministro da Energia foi um grande parceiro para Sergipe em vários cenários, como o luta pela  manutenção da Petrobras no estado, e das obras da BR 101, por exemplo. Com isso, o deputado anunciou que, junto ao Título de  Cidadão Sergipano, que será entregue ao presidente Bolsonaro, uma propositura de autoria do deputado Capitão Samuel, que a Casa também irá apreciar e votar que seja atribuído o mesmo título para o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. 

BR 101

Para finalizar sua fala, Zezinho Sobral parabenizou também o governador por fazer um  único pedido a Bolsonaro,  que o receba em  audiência para  tratar sobre assuntos de Sergipe, e em especial, para tratar sobre a duplicação da BR 101 em Sergipe. 

A duplicação da BR 101 em Sergipe é um empreendimento do Governo Federal, e há mais de duas décadas vem passaram pela administração de muitas empresas, cenário que contou ainda com a ajuda do Exército Brasileiro. O trecho da BR 101 em solo sergipano corta 206 quilômetros, sendo que destes, exatos 104 quilômetros ainda está inacabado.

Mais desenvolvimento

Sobre o pronunciamento do governador Belivaldo Chagas, e sobre a inauguração oficial da Usina Termoelétrica, o deputado Zezinho Guimarães (MDB) avalia que a exploração de gás em Sergipe deve ser feita de forma diferente à exploração de petróleo, que, de acordo com o parlamentar, trouxe poucos benefícios para o estado. Defende que inauguração é motivo de alegria e esperança para Sergipe.

Quanto a conduta pessoal do governador de Sergipe, diante do seu pronunciamento direcionado a Jair Bolsonaro, Zezinho Guimarães salientou  que o discurso de Belivaldo Chagas foi cirúrgico. “Ele se portou como gostaríamos, com gentiliza, altivez, desarmando o palaque. Pois ao nosso ver, o consórcio Nordeste era um palanque. Esse consórcio só vem trazendo dor de cabeça”, externou Zezinho, enfatizando que com a usina, “um novo parque industrial seja iniciado em Sergipe”.

Zezinho também destacou que ontem, dia 17, um grupo sergipano também dá um passo importante para Sergipe. “Falo do Grupo Maratá abrirá dois empreendimentos importantes, as quais gerarão  milhares, eu disse milhares, de empregos diretos e indiretos. Empreendimentos trarão resultados para o desenvolvimento e economia  de Sergipe “.

O deputado Luciano Pimentel (PSB), abriu seu discurso dizendo que o dia de ontem traz reflexões e foi um dia de parabéns. “A ação do governador e discurso proferido no dia de ontem demostrou que se  trata de um estadista, republicano e democrata. Ele abriu às portas para investimentos no estado de Sergipe”, defendeu Pimentel, ao enfatizar que o momento ali  não era eleitoral, cenário que  fez com que o governador  buscasse investimentos para o desenvolvimento de Sergipe.

“Sobre o evento de ontem, a usina termoelétrica representa uma grande aquisição  para Sergipe. Que a partir daí o governo de Sergipe traga, através da Celse, outras empresas para geração de emprego e renda, ajudando ao povo sergipano. Espero que com a chegada da usina, pós-pandemia, outras empresas se instalem em Sergipe, alavancando a nossa economia. Não esquecendo também do Turismo, outro fator importante para a economia sergipana”, destacou o líder da oposição, deputado Doutor Samuel (Cidadania).


Fonte: Rede Alese