Política

30/08/2019 às 14h57

MP Eleitoral vai fiscalizar eleição em Riachão do Dantas

MPF/SE

O Ministério Público Eleitoral vai fiscalizar as eleições que vão ocorrer em Riachão do Dantas no domingo (31). Os eleitores do município voltarão às urnas para escolher um novo prefeito e vice-prefeito para a cidade. Os novos gestores ficarão no cargo até 31 de dezembro de 2020.

“Estamos acompanhando todas as fases desse novo processo eleitoral e no dia da votação, estaremos atentos para que não haja irregularidades”, explica a procuradora regional eleitoral, Eunice Dantas.

Novas eleições vão ocorrer no município porque o MP Eleitoral conseguiu a cassação dos mandatos da prefeita Gerana Gomes Costa Silva e do vice-prefeito Luciano Goes Paul, eleitos no pleito de 2016. Eles foram condenados por abuso de poder econômico, nas modalidades: abuso dos meios de comunicação e fraude ao processo eleitoral.

Pesquisa irregular

Segundo o MPE, durante a campanha, a então candidata divulgou pesquisa fraudulenta que atribuía a ela um percentual de votos bem acima da realidade. A Justiça Eleitoral havia proibido a divulgação, mas a candidata não obedeceu a decisão judicial. O resultado da pesquisa serviu para induzir o voto dos eleitores indecisos e, dessa forma, a candidata Gerana Costa ganhou as eleições com cerca de 2% de votos a mais que a segunda candidata mais votada.

 


Fonte: MPF/SE