Política

07/01/2019 às 14h23

Em reunião com Belivaldo, Edvaldo anuncia solução para hospitais municipais

Agência Aracaju de Notícias

O prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB) e o governador Belivaldo Chagas (PSD) se reuniram, nesta segunda-feira (7), para tratar da situação do atendimento público de saúde

Foto: Ana Lícia Menezes/PMA
de urgência e emergência em Aracaju. O gestor municipal apresentou, no encontro, a solução encontrada pela Prefeitura da capital para a retomada do funcionamento integral dos hospitais Nestor Piva e Fernando Franco. A unidade da Zona Norte ficará sob responsabilidade de uma empresa, através de contrato emergencial, enquanto o hospital da Zona Sul se manterá gerido pela Prefeitura.

“Aproveitei este encontro, no qual discutimos a importância da parceria entre Prefeitura e Governo do Estado na Saúde, para apresentar ao governador a solução para a retomada do atendimento nos hospitais municipais. É inaceitável que este cenário de desassistência volte a se repetir. Por isso, entregaremos toda a gestão do hospital Nestor Piva para uma empresa, que ficará responsável pela contratação dos médicos e de todos os demais profissionais. Assim, estará garantida a prestação do serviço, com muita qualidade, para o cidadão aracajuano”, afirmou o prefeito.

Edvaldo ressaltou que o objetivo é assegurar o atendimento ao paciente que precisa do serviço de Saúde da Prefeitura de Aracaju. “O foco é melhorar o atendimento ao cidadão. Sou adepto da seguinte tese: não importa a maneira de fazer, mas o mais importante é o cidadão ser bem assistido. Não podemos aceitar o fechamento de hospital, sobretudo o de urgência e emergência. Com este contrato, vamos reabrir as unidades com todas as escalas completas, prestando um serviço de boa qualidade. Teremos uma comissão da Secretaria da Saúde responsável por acompanhar os resultados dos serviços prestados pela empresa no Nestor Piva. Este é um modelo que está dando certo em outros lugares, como na Bahia, e tenho certeza que será exitoso também em nossa cidade”, reiterou.

A unidade de urgência e emergência Fernando Franco continuará sob o controle da gestão municipal. Os servidores efetivos que atuavam nos dois hospitais cumprirão agora suas escalas de trabalho no hospital da Zona Sul, o que garantirá a prestação integral do serviço. Deste modo, estarão extintos os contratos através de RPA, o que atende determinação do Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas do Estado.

Trabalho conjunto

Sobre a reunião com o governador, o prefeito informou que um novo encontro já foi agendado entre as equipes das secretarias de Saúde do município e do Estado para a realização de um trabalho conjunto na área.

“A reunião foi muito positiva. Já tínhamos discutido com o governador que iríamos trabalhar conjuntamente na Saúde. Então aproveitamos este momento para discutir a necessidade de uma integração maior das nossas equipes para que o atendimento ao cidadão seja melhor. Também agradeci ao governador, que colocou à disposição da cidade o Hospital de Urgência, para atender os pacientes de urgência e emergência. Esta reunião é um exemplo de parceria, solidariedade e amizade entre o prefeito e o governador”, disse.

União de forças

Para o governador, é fundamental a “união de forças” entre Estado e Município em favor da população. “Ficamos preocupados com esta questão da Saúde dentro do município. Seguramos o barco até o momento, quando pudemos sentar, discutimos o problema e já deixamos uma agenda pronta para que outras reuniões venham a acontecer com o intuito de discutir a saúde do Estado e discutir as ações dentro do município. Para nós, o que importa é uma única coisa: atender melhor a população que precisa dos serviços de saúde do estado e do município. Nessa parceria, com certeza a gente vai conseguir. Chegamos a um consenso, o da união de forças para que a população seja bem atendida e vamos trilhar esse caminho para definir os papéis e juntos de mãos dadas, vencermos os obstáculos”, afirmou.

A secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, o secretário estadual da Saúde, Valberto Lima, além de diretores das duas pastas também participaram da reunião, que ocorreu no gabinete do prefeito no Centro Administrativo Aloísio Campos. Antes da reunião, a secretária da saúde da capital concedeu entrevista à imprensa, quando apresentou à sociedade o novo formato de funcionamento dos hospitais municipais.


Fonte: Agência Aracaju de Notícias