Sergipe

Três homens morrem após ingerir cachaça em Riachão do Dantas

22/09/2020 17h19 - Atualizado 29/09/2020 às 11h14
page.image.title

Após a ingestão de uma cachaça artesanal, foi registrada a morte de três pessoas. O fato ocorreu nesta terça-feira (22), no Povoado Vivaldo, município de Riachão do Dantas, localizado no centro sul sergipano.

O primeiro caso registrado aconteceu ainda na noite da segunda- feira (21), quando um homem, identificado como Marcos Silva Florenço, deu entrada no Hospital Regional de Riachão, não resistiu e morreu. Já na manhã desta terça, José Luiz da Silva, também faleceu. O terceiro caso foi o de Carlos José dos Santos que passou mal e veio a óbito. Este último foi informado pela polícia que segue em investigação, pois não há comprovação da causa da morte, sendo supostamente provocada pelo ingestão da cachaça artesanal.

Além desses, um homem está internado em estado grave no hospital do município de Estância, outro caso está em observação e uma mulher foi atendida no hospital, mas já foi liberada.

De acordo com o delegado do município, Alison Lial, a médica que prestou atendimento relatou o caso à polícia assim que a esposa de uma das vítimas explicou o fato. A Corregedoria Geral de Perícias (Cogerp) foi acionada para ouvir os esclarecimentos da proprietária do estabelecimento e sua irmã. Durante os depoimentos, as depoentes afirmaram que também passaram mal após a ingestão da cachaça.

Segundo informações, a cachaça é feita em um alambique e composta por uma mistura de barbatimão e jatobá. 

O delegado acrescentou que após as ocorrências foram acionados o Instituto de Criminalística para realizar um levantamento do local. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer o recolhimento dos corpos. 

 

 

 

 

 

 

Tags: