Utilidade Pública

SVO segue novos critérios de atendimento durante a pandemia

Por SES/SE 12/01/2021 08h06
SVO segue novos critérios de atendimento durante a pandemia

Por conta da incidência da Covid-19, o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), órgão responsável pela emissão da Declaração de Óbito (DO) de mortes não violentas, ou seja, mortes naturais em domicílio sem assistência médica e falecimento com assistência médica que não chegou ao diagnóstico, estabeleceu novas orientações de atendimento. A medida visa garantir segurança para os profissionais da unidade e usuários.

Dentre as normas, consta a limitação de apenas um familiar por corpo e o acesso de dois carros das funerárias para atendimento, por vez. A mudança no fluxo de trabalho tem como objetivo evitar aglomerações e manter o distanciamento social. O órgão atende, atualmente, uma média diária de seis óbitos, sendo quatro guardas temporais de óbitos transferidos de unidades hospitalares.

A gestora do SVO, Patricia Ribeiro, explicou que os profissionais realizam necropsia verbal minuciosa com entrevistas ao familiar acompanhante do corpo, investigação dos laudos, exames apresentados e verificação das medicações, finalizando com análise externa do corpo.

{{value.image}}
Patrícia Ribeiro, gestora do SVO

De acordo com a gestora, para os óbitos suspeitos do coronavirus, o corpo é acondicionado no necrotério refrigerado, com isolamento conforme normas de segurança biológica, enquanto aguarda o resultado do PCR, metodologia para diagnóstico da doença. "As regras vigentes no SVO foram definidas conforme recomendações da Secretaria de Estado da Saúde, para o atendimento de pessoas com confirmação ou suspeita de coronavírus que vieram a óbito em sua residência", explicou Patricia.

Atendimento

A unidade funciona 24h, sendo para liberação de óbitos das 7h às 19h. No caso de morte súbita ocorrida em casa a família deve providenciar a funerária para fazer o traslado do corpo até o SVO. Em caso de dúvida é importante buscar informações por meio do telefone (79) 3234-6023, sobre os procedimentos legais e adequados para a verificação de óbito e a consequente emissão da declaração de óbito.