Sergipe

Quatro pessoas morrem e outras 33 ficam feridas

Apesar do grande fluxo de veículos nas estradas, a Polícia Rodoviária Federal afirma que o feriadão foi menos violento que no mesmo período do ano passado.

30/09/2015 19h00
Quatro pessoas morrem e outras 33 ficam feridas
A8SE

 

  Rodovia Federal Quatro pessoas morreram em acidentes durante o feriado prolongado nas estradas que cortam Sergipe. Foram 48 ocorrências, com 33 pessoas feridas. A Operação foi encerrada á meia noite desse domingo (04). Apesar do intenso movimento de carros, a Polícia Rodoviária considerou o feriadão tranqüilo.Nas rodovias estaduais foram registrados 12 acidentes. O fato mais grave aconteceu no último dia 03, na rodovia SE-361, no município de Simão Dias, envolvendo um caminhão boiadeiro. O condutor do veículo teria perdido a direção e capotou. Duas pessoas morreram.De acordo com o Comandante da CPRV, Major Linhares, a Operação foi considerada positiva. "Conseguir reduzir o índice de acidentes e mortes", afirma. No mesmo período do ano passado foram registrados 17 acidentes, 02 mortes, 16 feridos. Rodovia Federal Nas estradas federais que cortam Sergipe ocorreram 36 acidentes. Ao todo, 28 pessoas ficaram feridas e duas morreram. Uma das vítimas fatais foi Flávio Ferreira de Albuquerque, de 47 anos, condutor do veículo Ford/KA, placa JRB-4815/BA, seguia pela BR 101 quando no km 59,1 perdeu o controle do veículo e acabou capotando. Com o impacto, Flávio Ferreira não resistiu aos ferimentos e morreu preso as ferragens.

Flávio Vasconcelos-assessor-PRF

 

Durante a Operação foram fiscalizados 2.648 veículos, sendo que 34 foram apreendidos. Ao todo, 594 multas de trânsito foram aplicadas."O trabalho ostensivo de fiscalização e o trabalho de conscientização aos motoristas e pedestres executados pela PRF em Sergipe, resultaram em reduções significativas de 16,27% no número de acidentes, 22,22% no número de feridos e 66,66% no número de mortes registrados nas rodovias federais do estado no período da operação em seu comparativo com o ano de 2007", afirma o assessor da PRF, Flávio Vasconcelos.

Tags: