Agricultura

Produtores rurais devem estar atentos para período de análise de solo

A análise de fertilidade completa custa R$ 25,27. Se houver a necessidade de recomendação de adubação, o produtor paga R$ 6,80 a mais por cada cultura

Por assessoria de comunicação ITPS 13/01/2021 17h34
Produtores rurais devem estar atentos para período de análise de solo
Assessoria de comunicação

Os produtores rurais de Sergipe interessados em ampliar a produtividade da sua lavoura devem estar atentos à melhor época para a realização das análises de solos. A orientação é do Instituto Tecnológico e de Pesquisas do Estado de Sergipe (ITPS), órgão que é referência nacional neste tipo de serviço.

O diretor-presidente do ITPS, Kaká Andrade, explica que a realização das análises de solo nos primeiros meses do ano auxilia os produtores rurais na obtenção do crédito agrícola. “Os laudos contendo os resultados das análises de solo estão entre os pré-requisitos estabelecidos pelas instituições financeiras para a concessão do financiamento agrícola. Do ponto de vista de quem concede o empréstimo, esses laudos representam a garantia de que os produtores rurais terão ferramentas para correção das possíveis deficiências de macro e micronutrientes no solo e ampliação da produtividade, afastando, possivelmente, a ocorrência de prejuízos”, afirma.

Ainda segundo Kaká Andrade, por meio das análises laboratoriais, o produtor rural avalia o grau de deficiência de nutrientes do solo e determina as quantidades a serem aplicadas na adubação e calagem. “A análise de solo é o método mais seguro, eficaz e econômico para conhecer a fertilidade do solo, obter a recomendação de adubação correta e aumentar a produtividade da lavoura de maneira rentável economicamente”, completa.

Análise de solo

A diretora técnica do ITPS, Lúcia Calumby, orienta que o produtor rural interessado na análise de solo deve entregar as amostras no Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) ou enviá-las via Correios à sede do Instituto, no seguinte endereço: Rua Campo do Brito, nº 371 – Bairro São José, CEP: 49020-380 – Aracaju/SE.

“A coleta das amostras de solo deve ser feita com orientação de um agrônomo. Caso não disponha do profissional, o produtor rural pode obter instruções pelo telefone (79) 3179 – 8087, que pertence ao nosso SAC, ou acessar o site oficial do ITPS e clicar na página do Laboratório de Solos, onde há um link com orientações para a coleta do material”, detalha a diretora técnica.

A análise de fertilidade completa custa R$ 25,27. Se houver a necessidade de recomendação de adubação, o produtor paga R$ 6,80 a mais por cada cultura. No caso de análise de fertilidade completa com granulometria, o valor é R$ 50,25.

“O prazo máximo de entrega dos resultados é de 15 dias, podendo ser menor a depender da quantidade de amostras no Laboratório de Solos. O produtor rural tem a opção de receber o resultado presencialmente na sede do ITPS ou por e-mail. Existe também a possibilidade de acessar o laudo na aba ‘Resultados de Análises’, que fica no site oficial do ITPS”, informa a diretora técnica.

Confiabilidade

Os laudos emitidos a partir das análises de solo realizadas pelo ITPS têm o ‘Selo de Qualidade do PAQLF’, que é conferido pela Embrapa Solos/RJ em reconhecimento à confiabilidade dos resultados em termos de precisão e exatidão. O Laboratório de Solos também é acreditado na norma ISO 17025, ferramenta de escala internacional utilizada pelo Instituto de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) que representa o reconhecimento formal da competência técnica de um laboratório.