Sergipe

PRF apreende carreta roubada e descobre nova área de ‘desmanche’ de carros

30/09/2015 19h00
PRF apreende carreta roubada e descobre nova área de ‘desmanche’ de carros
A8SE

A apreensão de uma carreta roubada no Km 92 da BR 101 (saída de Aracaju/SE), realizada por patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal, levou a polícia civil sergipana a localizar uma nova área de desmanche de carros na Grande Aracaju. A operação começou com base em uma informação de que no pátio do posto de combustíveis Presidente havia um caminhão-trator (popularmente conhecido como "cavalinho") com possível ocorrência de roubo.
No posto, os policiais abordaram um veículo com as mesmas características informadas: um caminhão-trator branco, de marca Volvo, placa HWW 2254/CE, conduzido por Jusélio Santana dos Santos. Durante o processo de revista, a equipe PRF constatou alguns sinais de adulteração nas identificações de segurança do veículo e resolveram levá-lo ao posto PRF da barreira (saída de Aracaju).
Ao mesmo tempo, a Central de Informações da PRF (CIOP), recebia a informação de que o verdadeiro proprietário do veículo, Raimundo Gilberto de Souza e Silva, tinha conhecimento dos fatos e já seguia em direção ao posto PRF e que a placa verdadeira da carreta era JWE 6458/PA. Ao chegar ao posto PRF, Raimundo apresentou a "queixa-crime" e alguns documentos que o declarava dono do caminhão. Em seguida, os Policiais Rodoviários Federais encaminharam a ocorrência à Delegacia Plantonista onde o proprietário do veículo, com as chaves reserva que tinha em casa, destravou-o e o ligou, além de narrar com absoluta clareza sinais de reconhecimento e identificação particulares do caminhão.
Por volta das 23h, os agentes federais foram informados pela Polícia Civil que o semi-reboque também roubado junto com caminhão-trator estava escondido em uma fábrica de pré-moldados localizada no Km 93 da BR 101 (região da saída de Aracaju, próxima a área dos motéis da cidade). Com a autorização do gerente da fábrica, a equipe PRF e Policiais Civis descobriram nos fundos do galpão o semi-reboque roubado e mais outros itens como um jogo de rodas, faróis e lanternas traseiras de veículos, carpetes, televisões, computadores e diversos pneus de caminhões. Há suspeitas de que o local pode ser um "desmanche".

Tags: