Assistência

Parceria leva autocuidado e capacitação para mulheres trabalhadoras e em restrição de liberdade

Ação conjunta da Secretaria de Inclusão e Curso Mais envolve mulheres da SEIAS, Fundação Renascer e Presídio Feminino

Por assessoria de comunicação 26/02/2021 17h59
Parceria leva autocuidado e capacitação para mulheres trabalhadoras e em restrição de liberdade
Assessoria de comunicação

Durante o Mês da Mulher (março), a Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social, através da Diretoria de Direitos Humanos (DIDH), realizará ações especiais na SEIAS, Fundação Renascer e Presídio Feminino (Prefem). Em parceria com o Curso Mais Aracaju, será realizado o “Dia D’elas”, com oficinas de autocuidado para as trabalhadoras que atuam em serviços gerais nos três órgãos, e cursos profissionalizantes da área da beleza para internas do Prefem. A parceria entre as instituições pública e privada foi firmada em reunião na última quinta-feira (25), na sede da SEIAS.

Com oficinas de autocuidado desenvolvidas pelo Curso Mais, o “Dia D’elas” acontecerá em 15/03 (08h), na SEIAS; 22/03 (09h), na Fundação Renascer; e 26/03 (08h), no Prefem, que receberá ainda cursos profissionalizantes para mulheres em restrição de liberdade no dia 31/03 (09h). As ações integram a campanha “Todes por Todas”, promovida pela SEIAS em parceria com órgãos públicos e privados, que até o final de março realizará diversas ações, em uma programação especial alusiva ao Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 08.

O diretor do Curso Mais Aracaju, Melquíades Freitas, conta que no “Dia D’elas” as trabalhadoras terão acesso tanto a serviços de beleza quanto a ensinamentos das técnicas aplicadas nesses serviços. “A proposta é promover qualificação profissional, especialmente para mulheres que são de grupos socialmente vulneráveis, levando assim alternativas de geração de renda para elas. Durante as ações, teremos sessões de beleza com os serviços dos nossos alunos já qualificados e teremos ainda outro grupo transmitindo conhecimentos sobre as técnicas utilizadas”, contou Melquíades.

De acordo com a referência técnica para Povos e Comunidades Tradicionais e População Negra da diretoria de Direitos Humanos da SEIAS, Iyá Sônia Oliveira, a estética é uma área com grande procura de serviços e a ação traz um olhar para a mulher empreendedora. “A maioria dos trabalhadores da zeladoria são mulheres acima dos 30 anos que, no máximo, têm nível médio. Fechamos essa parceria com o Curso Mais Aracaju com a proposta de fazer com que essas mulheres possam entender sobre o autocuidado e empreender novas atividades, outras possibilidades de vida, de conhecimento e de campo profissional”, pontua Sônia.

A parceria também levará cursos profissionalizantes para as internas do Presídio Feminino, ainda com a proposta de promover qualificação profissional para inserção no mercado de trabalho e geração de renda. “Nesta ação, os nossos profissionais compartilharão conhecimentos, experiências e visões do mercado de trabalho nas áreas da estética. Nossos cursos são focados na prática, onde um aluno usa o outro como modelo para aprender a técnica, fazendo com que todos se envolvam e sintam como serão os futuros clientes”, concluiu a coordenadora do Curso Mais Aracaju, Isabel Araújo.