Sergipe

Ministro da Integração garante aval ao Canal de Xingó

Em reunião com o governador Marcelo Déda na última sexta-feira (2) em Brasília

30/09/2015 20h42
Ministro da Integração garante aval ao Canal de Xingó
A8SE

 

Divulgação (ASN)

Em reunião com o governador Marcelo Déda na última sexta-feira (2) em Brasília, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, avalizou a construção do Canal de Xingó. Com o projeto, o Governo de Sergipe pretende maximizar a oferta de recursos hídricos no Alto Sertão sergipano e, com isto, erradicar a pobreza no semiárido, região que concentra os mais baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDHs) do Estado.

 

"A luta pelo Canal de Xingó tem sido tarefa prioritária nas minhas relações com o Governo Federal", acentuou Déda. "E este é um dos projetos estratégicos que o governo estadual apresentou à presidenta Dilma Rousseff", completou, lembrando da reunião com a mandatária no último 25 de maio. Para o ministro, que debateu com o governador as alternativas de financiamento da obra, trata-se de um "projeto legítimo de Sergipe".

PAC

No encontro, o governador detalhou pessoalmente os estudos elaborados pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e pela Secretaria de Planejamento de Sergipe. Depois de buscar enfronhar-se da iniciativa, o ministro comprometeu-se em pleitear junto à presidenta, com quem se encontra na próxima semana, a inclusão da proposta no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal. Na mesma audiência com a presidenta, Bezerra pretende assegurar a liberação de recursos para a elaboração do projeto básico.

Metas

A atual conformação da proposta, apresentada ao ministro, já é consequência de entendimento de Déda com Dilma Rousseff. Foi ela quem sugeriu ao governador dividi-lo em etapas. Com o conhecimento de quem tem acompanhado pessoalmente a elaboração dos estudos, inclusive reunindo-se com técnicos da Codevasf, Déda acredita que a primeira etapa do Canal de Xingó poderá ser entregue até 2014. O governador deve reunir-se novamente com Dilma Rousseff para definir a melhor forma de financiamento e obter o aval final da presidenta.

Com o Canal de Xingó, o Governo de Sergipe pretende garantir o fortalecimento da pecuária leiteira, o desenvolvimento da agricultura irrigada, de agroindústrias, da apicultura e da piscicultura, além da exploração do potencial turístico proporcionado pela região do cânion do São Francisco. "Nosso objetivo é alcançar o desenvolvimento integrado e sustentado do semiárido sergipano", resumiu Déda.

O governador foi assessorado pelos secretários de Planejamento, Oliveira Júnior, de Agricultura, José Macedo Sobral, e Pedro Lopes, representante de Sergipe em Brasília.

Com informações da ASN

 

Tags: