Sergipe

Menino morre eletrocutado e revolta população

30/09/2015 19h59 - Atualizado 29/09/2020 às 09h53
page.image.title
A8SE

 

Os fios de arame estavam ligados a eletricidade (Foto: Atalaia Agora)

A morte de um jovem comoveu os moradores do povoado Atalaia Nova, na Barra dos Coqueiros, na tarde desta sexta-feira (02). Jorge Raney Santana Santos, 14 anos, morreu eletrocutado em fios de alta tensão que estavam enroscados em um portão de uma casa em construção.

O menino morreu com um choque de 110 volts (Foto: Atalaia Agora)

 

O menino estava brincando com algumas crianças na rua quando a bola caiu no pátio da casa. Jorge Raney foi tentar recuperar o brinquedo e pulou o muro, só que do outro lado existiam fios elétricos desemcapados, o menino pisou e sofreu uma descarga de 110 volts, morrendo no local. Desesperados com a cena alguns vizinhos derrubaram o portão para salvar o jovem, mas nada pode ser feito.

Segundo o policial militar Alexinaldo, a casa está em obras e ninguém sabe o paradeiro do dono do imóvel. Para Genaldo Santos, padrasto de Jorge, a morte do menino foi provocada pela irresponsabilidade. "Como uma pessoa deixa um fio de eletricidade em um lugar desses, isso é maldade. Agora nós vamos achar o responsável por isso, ele tem até que responder criminalmente", desabafou.

Revoltados os parentes querem justiça, pois não tinha nenhum aviso de perigo no local. "O arame estava no chão, em um lugar impróprio, parecia uma armadilha, mas alí tem criança, tinha que ter uma placa alertando", afirmou Luciano Santos.

No início da noite, revoltados com a irresponsabilidade do proprietário da casa, os moradores da região tentaram atear  fogo no local, mas o Corpo de Bombeiros impediu a ação.

Tags: