Sergipe

Mendonça recorre à Justiça para impedir venda de banco

Depois que o Congresso nacional aprovou ontem (4) a Medida Provisória 443/2008, que possibilita a venda de bancos estaduais, o deputado federal Mendonça Prado (DEM-SE) decidiu recorrer à Justiça para, antecipadamente, impedir que o Banco do Estado de Sergipe (Banese) seja vendido.

30/09/2015 19h03
Mendonça recorre à Justiça para impedir venda de banco
A8SE

O deputado Federal Mendonça Prado (DEM-SE) anunciou nesta quinta-feira (5) que vai mover uma ação na Justiça para tentar impedir a venda do Banco do Estado de Sergipe (Banese).  Ele justificou a sua iniciativa em decorrência dos comentários sobre a venda da instituição e também por conta da aprovação ontem (4) da Medida Provisória 443/2008, que possibilita o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal de comprarem bancos estaduais. "Nós votamos contra a MP e durante todo o tempo conversamos com os parlamentares sobre o perigo de aprovarmos esse medida", afirmou.

"A gente não vê uma ação firme por parte do governador de Sergipe, Marcelo Déda, no sentido de não vender o nosso banco, que é um patrimônio dos sergipanos", afirmou, ressaltando que o Banco do Brasil já está trabalhando para que isso aconteça.

 

Segundo Mendonça, "O Banco do Brasil tem feito diversos patrocínios a administrações no interior do Estado e, por isso tem conseguido assumir as folhas de pagamentos de vários municípios do interior. Infelizmente, não se vê o governador fazer nada para impedir", reclamou, acrescentando que os boatos sobre a venda são ouvidos em Sergipe e em Brasília, especialmente, em setores do Poder Econômico.

"O Banese é uma instituição que ao longo do tempo tem cumprido o papel de fomentar o desenvolvimento através de ações simples, porém eficientes", afirmou o parlamentar, exemplificando que "a instituição ajuda o esporte sergipano, pequenos vendedores ambulantes,, agindo com o micro de uma maneira que nenhum outro banco faz".

 

Tags: