Saúde

Mais de 22 mil aracajuanos já receberam a segunda dose da vacina contra covid-19

Por PMA 10/04/2021 08h52
Mais de 22 mil aracajuanos já receberam a segunda dose da vacina contra covid-19
PMA

A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), deu prosseguimento ao Plano de Vacinação Municipal nesta sexta-feira, 9, garantindo a aplicação de 3.633 doses, tanto no drive-thru montado no Parque da Semeteira, quantos nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e nos pontos fixos.

Ao longo longo do dia, foram vacinados com a primeira dose 545 idosos, 528 trabalhadores da saúde e 136 profissionais da forças de segurança e de salvamento, contabilizando 1.209 doses.

O destaque nesta sexta foi a aplicação de 2.424 vacinas de segunda dose, sendo 1.882 em idosos e 542 em trabalhadores da saúde. Com esse índice expressivo, subiu para 22.288 o número de aracajuanos com a imunização completa. 

“Depois de receber essa segunda dose eu tenho um pouco mais de tranquilidade. A família toda está preocupada. Na verdade, é um grande alívio”, afirma o aposentado Stênio Santana, 74, um dos primeiros a chegar no drive nesta sexta-feira.

Para Wagner Siqueira, 39 anos, vigilante em um hospital da capital, o momento foi de grande emoção. “É um grande passo, principalmente para quem está na linha de frente, trabalhando, com medo de levar o vírus para dentro de casa. Além disso, ganha maior importância neste momento, com as coisas ficando cada vez mais difíceis”, diz.

Na estrutura montada no colégio CCPA, no bairro Grageru, Nilza Menezes, 74 anos, recebeu a segunda dose do imunizante e apelou para que as pessoas escutem a ciência.

“Olha, a importância de se vacinar é muito grande. Eu acho que as pessoas precisam se informar melhor, ouvir os cientistas. Tomei a primeira dose e agora vou tomar a segunda bem satisfeita, graças a Deus. A Prefeitura está de parabéns pela organização”, ressalta.

Tânia Magno, 74 anos, também vacinada com a segunda dose na UBS Amélia Leite, no bairro Suíça, fez um desabafo.

“Para mim é muito importante tomar a segunda dose, me sinto mais protegida. Sei que preciso manter os hábitos de segurança, porque o vírus é bastante agressivo. O interessante mesmo é que todos possam se vacinar, só assim vamos sair desta situação", disse, ao destaca a "falta solidariedade e empatia” dos que se recusam a adotar medidas preventivas.