Sergipe

Mãe denuncia escola em Aracaju após filho de quatro anos se machucar por vários dias

Por redação Portal A8SE 18/05/2022 15h28
Mãe denuncia escola em Aracaju após filho de quatro anos se machucar por vários dias
foto: reprodução arquivo da família

A mãe de um estudante da rede municipal de Aracaju denuncia a unidade escolar por falta de cuidado com o filho após ele chegar em casa vários dias machucado depois da aula.

O menino tem quatro anos e estuda na Emei Doutor José Calumby Filho, no bairro 17 de Março, há dois anos. Segundo a mãe, que não quer ser identificada, em 2021 nenhuma ocorrência foi registrada, no entanto, este ano ele já se machucou diversas vezes. "Agora sempre diz que ele caiu, que foi mordida de amigo, chega arranhado. [...] Só que semana passada, na quinta-feira, ele caiu, na sexta-feira não foi para escola e na segunda-feira (16) voltou machucado de novo", relata.

Nas fotos enviadas ao Portal A8SE é possível ver as lesões na criança: os lábios inchados e os braços arranhados. Quando foi à escola para entender o que aconteceu, a mãe foi informada que as situações aconteceram durante brincadeiras.

"Lábio todo inchado, farda melada de sangue, disse que é normal, que criança cai, meu filho é danado [...] Nunca tive reclamação, em casa ele é tranquilo. Vai para banca de manhã, de tarde para escola, chega em casa e vai assistir", conta.

Ainda de acordo com a mãe, a unidade escolar informou que cria uma espécie de brincadeira para desafiar os estudantes. "Deixa os alunos descerem do escorregador de cabeça, dizendo que é um desafio, é uma aventura”, detalha.

A familiar do aluno já prestou um boletim de ocorrência e disse que vai participar de uma reunião com a diretoria para tentar esclarecer o ocorrido.

Entramos em contato com a Secretaria Municipal da Educação (Semed). Por meio de nota, disse que "ao tomar conhecimento do referido acidente com um aluno da rede, deslocou duas equipes técnicas até a escola para verificar a situação e apurar o ocorrido in loco, e salienta que, diuturnamente, professores, cuidadores e demais trabalhadores da rede municipal de ensino trabalham para assegurar o cuidado com a integridade física dos estudantes.

A Semed explica que a criança estava em momento de recreação ao lado de colegas e acompanhada de professores e cuidadoras quando se machucou ao cair do escorregador. Imediatamente, a escola providenciou a devida assistência ao estudante e comunicou o ocorrido à família. Diante deste fato, equipes técnicas da Semed estão intermediando o diálogo entre a unidade escolar e os responsáveis pelo aluno", finaliza.