Sergipe

Justiça concede liberdade a professor acusado de abusar de crianças

30/09/2015 20h51 - Atualizado 29/09/2020 às 10h09
Justiça concede liberdade a professor acusado de abusar de crianças
A8SE

Após a conclusão do inquérito policial sobre o caso do professor acusado de abusar de quatro alunas de 8 e 9 anos, no município de Pinhão, a justiça concedeu nessa quinta-feira (15) a liberdade provisória para o professor.

De acordo com a decisão judicial ele vai responder processo em liberdade, que foi concedida com base na nova lei de medidas cautelares. Segundo a defesa, o professor, que jura inocência, se comprometeu a permanecer afastado das funções de educador durante a tramitação do processo.

O caso

No último dia 24 de novembro José Everton de Oliveira, 28 anos, foi preso acusado de estupro de vulnerável. De acordo com o coordenador operacional da Copci, delegado Hildemar Rios, o acusado trabalhava como diretor de uma escola municipal da cidade de Carira e lecionava em outra unidade educacional do município de Pinhão.

Segundo o relato das crianças, o professor chamava as alunas para o fundo da sala de aula no momento de pouco movimento com a desculpa de corrigir as tarefas. Aproveitando de pouco movimento ele acariciava o corpo das vítimas e fazia com que elas pegassem nos seus órgãos genitais, além de colocá-las no colo. Ele ainda ameaçava as crianças de morte caso elas comentassem o fato com alguém.

 

Tags: