Saúde

Hospital de Cirurgia se prepara para fazer transplantes de órgãos

Dia Nacional de Doação de Órgãos é lembrado nesta quarta-feira, 27 de setembro

Por Redação A8 SE 27/09/2023 14h59
Hospital de Cirurgia se prepara para fazer transplantes de órgãos
Divulgação

Referência em alta complexidade para a Rede Estadual de Saúde, o Hospital de Cirurgia (HC) vem se preparando, por meio de qualificação profissional e ampliação de seu centro cirúrgico geral e de leitos de internamento, para iniciar transplantes de órgãos. Hoje, a unidade hospitalar já realiza captação de órgãos por meio da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (Cihdott).

“No final do ano de 2022, o Cirurgia recebeu habilitação do Ministério da Saúde para a realização de transplantes de fígado e de rim. E, a partir daí, começamos um árduo trabalho para ampliarmos a nossa estrutura e qualificarmos ainda mais os nossos profissionais, para iniciarmos a realização dessas cirurgias”, informa o diretor técnico do Hospital de Cirurgia, Dr. Rilton Morais.


Atualmente, o Cirurgia está ampliando o centro cirúrgico geral, com a construção de quatro novas salas para a realização de cirurgias de grande porte de diversas especialidades, inclusive de transplantes. Com a expansão, o centro passará de 8 para 12 salas.

“Nós estamos construindo quatro novas salas de cirurgia com todos os equipamentos necessários e de alta qualidade. Além disso, estamos aumentando 12 leitos de internamento, dando assim condições de dedicarmos uma ala específica para paciente transplantado”, informa Dr. Rilton Morais.

Captação de órgãos

Paralelo aos preparativos para o início dos transplantes, o Cirurgia é habilitado e faz captação de órgãos, através da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos, que foi criada em maio de 2022.

Líder da Cihdott do HC, a enfermeira Aline Abreu destaca a importância de celebrar o Dia Nacional de Doação de Órgãos, neste 27 de setembro, e faz um apelo à sociedade. “O transplante é o tratamento terapêutico que só acontece através da doação de órgãos e a sociedade precisa ter esse conhecimento sobre o processo de doação, conversar com sua família, informar que é um doador, porque a doação só acontece quando a família realiza autorização. Então, se você é um doador de órgãos e tecidos, informe a sua família e, assim, você pode ajudar outras vidas. Doe órgãos, doe vida”, afirma Aline Abreu.