Emocionante

Filha de homem que foi morto em Capela escreve carta aberta ao pai

Denisson Marques foi morto no último domingo (03) durante uma briga na Festa do Mastro

Por redação Portal A8SE 04/07/2022 14h42
Filha de homem que foi morto em Capela escreve carta aberta ao pai
foto: reprodução redes sociais

Emmilly Marques é filha de Denisson Marques, ele foi morto no último domingo (03) durante uma briga na Festa do Mastro, em Capela. Após o falecimento do pai, a jovem escreveu uma carta aberta a ele.

Suspeito de matar homem na Festa do Mastro em Capela é preso e mais 11 pessoas são detidas

Na mensagem, ela descreve como Denisson era uma pessoa divertida, em como estava animado para participar da Busca do Mastro e como vai sentir falta do pai, confira a carta na íntegra:

“Pai, fui te procurar no meio da multidão como todo santo ano, eu sei que provavelmente estava bebinho de batida e que ia dormir onde encostasse, eu te procurei em tudo pai, mas eu não te achei. Vim pra casa, porque eu sei que de algum jeito você chegaria, você sempre chegava, vim descansar porque iríamos ver a queima do mastro, como sempre foi, eu te esperei pai, mas hoje, diferente de todos os outros anos, você não chegou, você não voltou e descobrir da pior maneira que não vai mais voltar.

Eu vi pai, eu vi quando você não resistiu, vi a sua última respiração e o quanto insistiu pela sua vida, eu e uma multidão. Quero me desculpar, mas eu não pude fazer absolutamente nada, eu não tive como te proteger e nem consegui te trazer para casa, eu não tirei a lama do seu corpo e nem ri das suas dancinhas.

Nada ameniza não te ter aqui agora, nada tira da minha cabeça o senhor morrendo na minha frente e na frente da mulher que tanto te ama, esse B.O. não era seu painho, mas você, com a mania de defensor, assumiu ele, mas desta vez custou caro, custou a uma vida importante para outras vidas.

Hoje é dia 03 de julho de 2022, dia do mastro da nossa Capelinha, sua festa favorita, que você esperou ansioso depois desses 2 anos, e eu sei que ela foi intensa, porque eu sei que no fundo você sabia que provavelmente seria a última vez ali, foi isso que você falou antes de sair de casa, e você foi sincero, a gente realmente não sabe quando é a última vez. Obrigada por todos os beijinhos e miminhos ontem lá na festa, a gente se divertiu e vendemos muito para Márcio Drinks, porque vender era o que você mais amava e me fez amar também.

É pai, espero que nesse momento já tenha encontrado refúgio no colo de vovô Mauro, porque eu sei o quanto sentiu saudades e amava ele.

Te amo pra sempre painho, descanse em paz feinho".