Sergipe

Escorregou no verbo - por Adiberto de Souza

30/09/2015 20h44
Escorregou no verbo - por Adiberto de Souza
A8SE

A greve dos servidores estaduais, que até um dia desses parecia pouco provável, pode ser deflagrada na próxima segunda-feira. Pior: a disposição que faltava à categoria foi dada pelo próprio governador Marcelo Déda (PT). Indagado sobre a possível paralisação, o petista quis ironizar o sindicato e terminou irritando os servidores ao questionar se eles querem fazer um barulhinho, ou desejam um dinheirinho. Político traquejado e conhecido pelo bom uso que faz das palavras, desta vez Déda escorregou feio no verbo. "Não se trata de querer um dinheirinho. Nós queremos dignidade", reagiu o presidente do Sindicato dos Servidores, Waldir Rodrigues, que conseguiu aprovar ontem o indicativo de greve numa assembléia em frente ao Palácio do Governo. Pelo visto, o governador cuspiu pra cima e atingiu a própria testa.

Clique aqui e leia o blog completo

 

Tags: