Retorno

Ensino a distância emergencial tem inicio na Universidade Federal de Sergipe

Universidade ficou mais de 7 meses sem aula

19/10/2020 17h11
Ensino a distância emergencial tem inicio na Universidade Federal de Sergipe

Embora o Governador Belivaldo Chagas tenha anunciado na última quinta-feira (15) a data para a retomada das aulas presenciais no estado, a Universidade Federal de Sergipe (UFS) vai permanecer com as atividades presenciais suspensas e iniciou nesta segunda-feira (19) o período letivo remoto chamado de Ensino a Distância Emergencial.

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conepe) havia aprovado o início das aulas no formato de ensino a distancia na UFS no dia 2 de setembro, quando 41 conselheiros realizaram uma reunião virtual que definiu, com 27 votos a favor e 14 contra, a retomada das atividades acadêmicas.

Para que a modalidade emergencial fosse mais inclusiva, a UFS lançou três editais a fim de dar suporte para alunos que não tivessem acesso aos materiais necessários para a realização do ensino a distância. Foram ofertados chip de acesso a internet, auxílio para compra de equipamentos e para compra de tecnologias assistivas direcionadas a alunos com deficiência.

Os alunos

Segundo Taís Félix, estudante da UFS, não houve dificuldade para o retorno das aulas justamente por ter uma conexão a internet que permita isso.

"Não houve problemas de conexão com o professor, ele conseguiu driblar bem essa questão deixando que os alunos ficassem a vontade para tirar dúvidas, ligar o microfone ou usar o chat, caso fosse necessário”, contou.

Apesar de não ter tido problemas com a conexão, Taís conta uma dificuldade que ela mesma não esperava.

“Não consegui me concentrar como consigo dentro da sala de aula, porque na universidade a gente se locomove já sabendo que vai ter aquela aula, a nossa cabeça foca ali, mas tendo a aula dentro de casa, pelo celular é muito difícil porque chega mensagem e atrapalha, o próprio barulho da casa também é um obstáculo", relata.

Já o estudante Lucas Silva acredita que é necessário ter ciência que existem pessoas que não podem assistir às aulas, apesar dos editais lançados pela universidade. Ele conta que "está sendo uma novidade para quem tem um curso presencial, está sendo uma inovação, mas chegaremos lá”, disse.

Angelo Roberto Antoniolli, Reitor da UFS, em sua mensagem de boas vindas recomendou que os alunos aproveitassem o que os seus mestres tinham a oferecer.

"Jamais se deixem tocar pelo desânimo, mesmo nos momentos mais ásperos, não se deixem vencer. Estudem, participem e avancem. Apoiem a luta pela universidade pública, gratuita e de qualidade” concluiu.

Funcionamento

As aulas acontecem na plataforma do Google meet por meio de chamada de vídeo. A hora aula tem duração de 60 minutos e foram adicionados sábados letivos a grade de algumas matérias para evitar atrasos e nem todas as disciplinas foram ofertadas nesse semestre.