Sergipe

Emanuel diz que há equívoco sobre gastos da Câmara

Citando informações fornecidas pela Secretaria de Finanças do Município, o vereador Emanuel Nascimento, presidente da Câmara Municipal de Aracaju, revela que o Parlamento não gastou o montante publicado pela imprensa nacional. Para ele, os números estão equivocados.

30/09/2015 19h03
Emanuel diz que há equívoco sobre gastos da Câmara
A8SE

 

 

O presidente da Câmara Municipal de Aracaju, Emanuel Nascimento (PT) discorda da informação publicada pelo jornal "O Estado de São Paulo" que aponta o Parlamento como o que teve maior orçamento para 2009, se comparado com 2008.

 

"Eu acho que há um equívoco na informação publicada. Os números que temos, fornecidos pela secretaria de Finanças do Município, revelam que esses gastos foram de 28,40% e não 54%", afirmou Emanuel.

 

Ele explicou que a receita da Câmara para o ano em curso é calculada com base em 5% da receita tributária e dos repasses constitucionais arrecadados no ano anterior.
"O fato é que estamos com o pé no freio para não gastar. Não nomeamos assessoria, ainda, porque primeiro estamos fazendo um levantamento para saber o que temos e o que podemos comprometer", afirmou Emanuel Nascimento.

 

Tags: