Solidariedade

Campanha Vacinação Solidária chega a dez toneladas de alimentos arrecadados

Por ascom PMA 11/06/2021 17h36
Campanha Vacinação Solidária chega a dez toneladas de alimentos arrecadados
ascom PMA

Acompanhando o cronograma da vacinação contra a covid-19 na capital sergipana, a Campanha Vacinação Solidária também segue cumprindo seu papel e alcançou a marca de dez toneladas de alimentos arrecadados e organizados em kits alimentação que estão sendo doados diariamente a famílias em situação de vulnerabilidade social.

A campanha, idealizada pela Prefeitura de Aracaju, é coordenada pela Secretaria Municipal da Assistência Social, em parceria com a Secretaria Municipal da Juventude e do Esporte (Sejesp) e com a Fundação Municipal de Formação para o Trabalho (Fundat).

A secretária-adjunta da Assistência Social de Aracaju, Selma França, tem vibrado a cada novo cronograma divulgado pela Secretaria da Saúde. “A gente se emociona ao ver mais grupos sendo vacinados e, consequentemente, mais pessoas se envolvendo na campanha, pois mesmo que a gente sempre reforce que é aberta a toda sociedade, muitas pessoas ainda associam ao ato da vacinação. Então, a gente segue agradecendo e motivando. Todo podem doar”, destaca.

Ao todo, mais de 125 grupos sociais já foram assistidos com as doações, além da sociedade, que realiza a solicitação espontânea através dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) do município. Desse modo espontâneo, mais de 200 famílias já foram assistidas pela campanha.

O último grupo a ser beneficiado com a doação, esta semana, foi o Sindicato das Trabalhadoras e Trabalhadores Domésticos de Sergipe, que recebeu 25 kits alimentação. A articulação foi realizada pela Coordenadoria de Políticas para Mulheres, da Diretoria de Direitos Humanos (DDH) da Secretaria Municipal da Assistência Social.

De acordo com a coordenadora de Políticas para Mulheres, Edlaine Sena, essa ação se soma às demais já realizadas em prol das mulheres em situação de vulnerabilidade, como os kits entregues também às mulheres acompanhadas pela Patrulha Maria da Penha e do Abrigo Nubia Marques.

“Ao ter informações através da Procuradoria da Mulher da Assembleia Legislativa, mantive contato com o sindicato e combinamos a entrega, reforçando a importância do Cras como porta de entrada das demandas das famílias em situação de vulnerabilidades. Entretanto, todos sabem que a pandemia agravou essas vulnerabilidades, e é nosso papel ajudar no apoio às famílias e às mulheres mais vulneráveis e em situação de violência doméstica”, pontua a coordenadora.

Para a presidente do sindicato, Any Jacqueline Santana Simões Santos, o contato com a Prefeitura reforça laços importantes junto ao poder público. “Nós sabemos que a fome tem pressa. É muito doloroso vermos tantas famílias em dificuldades, por isso hoje a minha alegria é poder realizar doações como essa. Toda minha gratidão à Prefeitura e à sociedade”, agradeceu.

Pontos de arrecadação
Podem ser doados mantimentos não perecíveis nos seguintes pontos arrecadação: no drive-thru (montado no Parque Augusto Franco (Sementeira), todos os dias, das 8h às 17h; no prédio da Estação Cidadania, situado na rua Pacatuba, 64, Centro, de segunda à sexta-feira, de 9h às 15h; e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) com vacinação contra covid-19 autorizada, de segunda à sexta-feira, de 8h às 16h.

Os cidadãos também contribuir com doações em dinheiro. O Comitê de Combate à Pobreza, da Assistência Social de Aracaju, disponibiliza a seguinte conta para depósito: Banco do Brasil; agência: 3611-0; conta: 6704-0; CNPJ: 13.128.780/0045-12.