Serviço

Bairros de Aracaju recebem serviço de fumacê costal para combater o mosquito Aedes Aegypti

A ação tem como objetivo evitar a transmissão da dengue, chikungunya e zika.

Por Redação do Portal A8SE 27/10/2021 09h09
Bairros de Aracaju recebem serviço de fumacê costal para combater o mosquito Aedes Aegypti
Divulgação/SMS

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Aracaju divulgou a programação semanal do serviço de fumacê costal. A ação tem como objetivo evitar e combater a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika.

De acordo com o cronograma, a ação acontece nos bairros com maiores índices de infestação da doença. Entre as regiões contempladas estão o bairro Novo Paraíso, que recebe a aplicação nesta quarta-feira (27), no dia seguinte as equipes seguem para o São Conrado (28) e encerram o serviço no bairro Suíssa (30).

O gerente do Programa Municipal de Combate ao Aedes aegypti, Jeferson Santana, informa que a aplicação é realizada por duplas de agentes, que atuam entre quatro e sete quarteirões, a partir das 17h, horário em que ocorre uma maior movimentação vetorial do mosquito. A substância utilizada não apresenta riscos à saúde da população, nem aos animais domésticos.

Denúncias sobre a presença de foco do mosquito na capital sergipana podem ser encaminhada pela Ouvidoria da Secretaria Municipal da Saúde, por meio do número de telefone 0800 729 3534.

Sintomas

Embora semelhantes, os sintomas entre as três doenças apresentam algumas diferenças. Confira quais são eles:

  • Dengue: Provoca febre alta, dor de cabeça, dores no corpo e nas articulações, fraqueza, dor atrás dos olhos, náuseas, vômito e coceira no corpo.
  • Chikungunya: Sintomas parecidos com os da dengue, com dores mais intensas nas articulações.
  • Zika: Manchas vermelhas no corpo, coceira, febre baixa e dor de cabeça.

Ao apresentar os sintomas, o morador deve procurar uma Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência.