Denúncia

Polícia encerra festas ilegais em Propriá e Umbaúba

Três pessoas foram conduzidas à delegacia por desacato e resistência, e um aparelho sonoro foi apreendido

Por SSP/SE 03/05/2021 16h09
Polícia encerra festas ilegais em Propriá e Umbaúba
SSP/SE

Militares do 2º Batalhão de Polícia Militar (2º BPM) encerraram uma festa ilegal, que ocorria descumprindo o decreto governamental de enfrentamento à covid-19, na cidade de Propriá. Durante a ação policial, houve desacato e resistência, resultando na condução de três pessoas à delegacia. O caso ocorreu na madrugada do domingo, 2.

Ao chegarem na residência, os policiais pediram à proprietária que desligasse a aparelhagem sonora e que a festa fosse encerrada. No primeiro momento, a responsável pela confraternização acatou a ordem legal, mas após a saída da guarnição os participantes ligaram novamente o som e continuaram com a festa.

Foi solicitado reforço, já que os participantes alegaram que não eram obrigados a cumprir as determinações para redução dos riscos de contágio pela covid-19. Diante dos vários delitos, a moradora recebeu voz de prisão, momento em que ela e mais dois participantes investiram contra os servidores da segurança pública. Os três foram conduzidos à delegacia.

Umbaúba

Policiais militares do 6º Batalhão de Polícia Militar (6º BPM) atenderam a uma ocorrência de perturbação do sossego e encerraram uma festa no povoado Imbé, na cidade de Umbaúba. A ação policial ocorreu no início da manhã do sábado, 1º de maio.

Segundo as informações policiais, após denúncia, os militares foram ao local informado e constataram a veracidade da informação. Em cumprimento ao decreto governamental de enfrentamento à Covid-19, a aglomeração foi desfeita.

Na ação policial, também houve a apreensão de um aparelho sonoro. O proprietário foi conduzido à sede da unidade policial, onde foi lavrado um termo circunstanciado de ocorrência.